João Pessoa 20/08/2018 02:52Hs

Início » Brasil » Alerj revoga prisão de Picciani, Albertassi e Paulo Melo

Alerj revoga prisão de Picciani, Albertassi e Paulo Melo

Deputados seguiram parecer da CCJ da Assembleia Tribunal havia mandado deputados estaduais à cadeia

A Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) revogou na tarde desta 6ª feira (17.nov.2017) as prisões dos deputados Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, todos do PMDB. Foram 39 votaram a favor da soltura, 18, contra, e houve 1 abstenção. 7 deputados não compareceram à sessão.

Os deputados seguiram o parecer da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça da Alerj). O relatório havia sido apresentado pelo deputado Milton Rangel (DEM).

Eles foram alvos da operação “Cadeia Velha”, que apura o uso de cargos na cúpula da Alerj para a prática de evasão de divisas, lavagem de dinheiro, corrupção e associação criminosa.

O trio se entregou à Polícia Federal na 5ª feira (16.nov.2017) depois de decisão do TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região).

A articulação na Alerj se sustenta em decisão do STF (Supremo Tribunal Federal). A Corte decidiu, no caso Aécio Neves (PSDB), autorizar o Congresso a chancelar afastamento de deputados e senadores.

‘NÃO TEM SANTO NESTE MUNDO’

O deputado estadual André Lazaroni (PMDB), a favor da soltura, afirmou em seu discurso que “não tem santo nesse mundo”. Ele teve dificuldade para falar o nome do poeta alemão Bertolt Brecht ao parafrasear: “Ai do povo que precisa de heróis”. O deputado disse:

Finalizo, como diria Bertoldo Brecha (sic): Ai do povo… Bretcha (sic), Breche (sic), Brez (sic), não… Bertoldo Brestes (sic). Ai do povo que precisa de heróis! O mesmo povo… Aí eu relembro aqui aos meus companheiros cristãos como eu. Relembro, sem querer comparar à história do meu Messias Jesus, com a história dos parlamentares. Até porque aqui, eu tenho certeza, neste plenário, nesse país, não tem santo! Não tem santo nesse mundo. Se fôssemos santos, aqui não estaríamos”.

Poder360