João Pessoa 16/08/2018 04:21Hs

Início » Brasil » Conselho volta a discutir caso Cunha 6 horas após sessão ser suspensa

Conselho volta a discutir caso Cunha 6 horas após sessão ser suspensa

Presidente da Câmara tentou segurar plenário para barrar volta da sessão. Ele é acusado de ter ocultado a existência de contas bancárias no exterior.

cunha recorre 1O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados retomou às 23h17 desta terça-feira (1º) a sessão para votar o relatório preliminar que pede a continuação das investigações contra o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A sessão havia sido suspensa quase seis horas antes, após o início das votações em plenário.

Investigado na Operação Lava Jato, Cunha é alvo de uma representação sob suspeita de ter ocultado contas bancárias na Suíça e de ter mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras no ano passado. O presidente da Câmara nega ser dono de contas no exterior, mas admitiu ter o usufruto de ativos geridos por trustes estrangeiros.

O Conselho de Ética havia se reunido à tarde para discutir o parecer preliminar do relator Marcos Rogério (PDT-RO), mas precisou suspender a sessão à tarde com o início da fase de votações no plenário principal, conforme determina o regimento da Câmara.

O presidente do conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), chegou a anunciar que iria reabrir o colegiado depois de encerrado o plenário. Para isso, a sessão suspensa teria que ser retomada no mesmo dia, ou seja, até as 23h59 desta terça.

Diante disso, o presidente Eduardo Cunha tentou segurar as discussões no plenário até quase meia-noite, numa manobra regimental para atrasar a votação.
No entanto, por conta do baixo quórum, ele encerrou a sessão por volta das 23h10, viabilizando a sessão do conselho.

G1