João Pessoa 19/08/2018 15:36Hs

Início » Brasil » Emoção marca início da Paixão de Cristo

Emoção marca início da Paixão de Cristo

Com 50 atores e 400 figurantes, apresentação reuniu veteranos como José Barbosa (Judas) e o global Igor Rickli, estreando como Jesus

teatro ao ar livreO maior teatro ao ar livre do mundo recebeu centenas de pessoas, entre convidados e autoridades

A 48ª edição da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém teve seu início na noite dessa sexta-feira (27). Em Fazenda Nova, a 180 quilômetros do Recife

, o maior teatro ao ar livre do mundo recebeu centenas de pessoas, entre convidados e autoridades, para dar início a temporada de espetáculos, que segue até o dia 4 de abril. Além de ser a primeira apresentação do ano, foi a primeira vez de Paulo Câmara no espetáculo como governador de Pernambuco. “É um espetáculo muito emocionante e grandioso. Ele nos rejuvenesce e nos dá esperança por um Nordeste e por um País melhor. Eu fico muito feliz que Pernambuco possa oferecer um espetáculo como esse para o Brasil”, comentou Paulo. Quem também chamou bastante atenção e foi muito requisitado para fotos pelos fãs foi o padre Reginaldo Manzotti.

Com 50 atores e 400 figurantes atuando em nove palcos-plateia, a encenação contou com grandes efeitos e exuberantes figurinos, como o de Herodes, interpretado por Carlos Reis, que possui peças do Oriente Médio. Com um elenco de peso, a apresentação contou com a experiência de veteranos, como José Barbosa, que, depois de três anos vivendo Jesus, atuou com o papel de Judas neste ano. “Eu sempre tive vontade de fazer Judas. A complexidade de Judas me fascina muito, estava tudo escrito para ele fazer o que fez. Acredito que, na história, Jesus quando subiu aos céus o resgatou”, comentou.Além do ator, alguns globais também participaram do espetáculo como é o caso do estreante Igor Rickli. Sua atuação como personagem principal arrancou aplausos da plateia durante as cenas. Apesar de já ter protagonizado o salvador no musical Jesus Cristo Superstar, ele garante que o teatro ao ar livre é uma experiência única. “É um exercício de concentração porque pode chover, ter uma ventania ou a luz cair. Temos que estar preparado, mas Nova Jerusalém veio para pontuar um momento de graça na minha vida. É uma fase que eu me sinto mais maduro e sério, mas também leve e feliz.

Sob a direção artística de Lúcio Lombardi e Carlos Reis, o espetáculo deste ano contou com um drone depois da cena da ressurreição. Simbolizando a ida de Jesus aos céus, a luz azul vinda do aparelho ganhou altura como uma estrela, surpreendendo o público. Para complementar o encanto, os tradicionais fogos de artifício explodiram enquanto o elenco se despedia.

SERVIÇO

Até 4 de abril, em Fazenda Nova.
Ingressos: R$ 80,00 a R$ 120,00, dependendo do dia, com meia-entrada para estudantes e público até 14 anos.
Vendas no site www.novajerusalem.com.br e nas bilheterias do teatro.

Jornal do Commércio