João Pessoa 28/05/2018 05:15Hs

Início » Brasil » Número de ônibus incendiados cresce 31% em 2017

Número de ônibus incendiados cresce 31% em 2017

Foram 343 contra 262 em 2016 - Casos mais que dobraram no Rio

Manifestantes incendeiam ônibus durante protesto contra as reformas do governo, no Rio

Pelo menos 343 ônibus foram queimados em todo o Brasil em 2017. Trata-se de um aumento de 30,9% em relação a 2016, quando 262 coletivos foram incendiados. Os dados são da NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos)

Apesar da alta, o número está longe do recorde registrado em 2014, quando houve 662 incêndios.

RIO LIDERA

O Estado do Rio de Janeiro registrou o maior número de casos: 87. O total é mais que o dobro das ocorrências de 2016, quando 43 coletivos foram queimados. Só em 28 de abril foram 10 ônibus incendiados durante protestos contra as reformas trabalhista e da Previdência. Assista ao vídeo:

Também há casos que ocorreram durante confrontos entre a polícia e traficantes:

São Paulo, que liderou a estatística nos últimos anos, aparece em 2º. Foram 47 incêndios a ônibus em 2017 contra 54 no ano passado. Eis os dados:

CUSTO BILIONÁRIO

De acordo com dossiê elaborado pela NTU, até outubro de 2017, as operadoras de transporte público do Brasil tiveram de arcar com R$ 114,8 milhões com a reposição de ônibus incendiados.

O cálculo leva em conta o valor para aquisição de 1 novo veículo (R$ 350 mil) multiplicado pela quantidade de coletivos incendiados.

De 2004 a 2017 (período em que há dados disponíveis), os custos totais da depredação chegam a R$ 1,3 bilhão.

Informações deste post foram publicadas antes pelo Drive, com exclusividade. A newsletter é produzida para assinantes pela equipe de jornalistas do Poder360. Conheça mais o Drive aqui e saiba como receber com antecedência todas as principais informações do poder e da política.

Poder360