João Pessoa 22/05/2018 06:03Hs

Início » Brasil » Russomanno lidera disputa à prefeitura de São Paulo, diz Ibope

Russomanno lidera disputa à prefeitura de São Paulo, diz Ibope

Deputado PRB aparece na pesquisa com 26% das intenções de voto; em segundo e terceiro lugar, figura Marta Suplicy (PMDB) e Luiza Erundina (PSOL), respectivamente

russumanoDeputado federal Celso Russomanno (PRB-SP)(Nelson Antoine/Fotoarena/VEJA)

O deputado federal Celso Russomanno (PRB) lidera a disputa à prefeitura de São Paulo nas eleições deste ano, com 26% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira. Em segundo lugar aparece a senadora Marta Suplicy (PMDB), com 10%, seguida de perto pela deputada Luiza Erundina (PSOL), com 8%. Ambas já foram prefeitas de São Paulo pelo PT.

O prefeito Fernando Haddad (PT) está em 4º lugar, com 7% das intenções. O empresário João Doria, do PSDB, foi mencionado por 6% dos entrevistados e está na frente do vereador Andrea Matarazzo (PSD), com 4%. O deputado federal Pastor Feliciano (PSC) aparece com o mesmo porcentual de Matarazzo – 4%. Já os deputado Major Olímpio (SDD) e Roberto Tripoli (PV) obtêm 2% cada.

A pesquisa foi encomendada ao Ibope pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo (Setcesp). Entre os dias 16 e 19 de junho, o instituto ouviu 602 eleitores. A margem de erro máxima estimada é de 4 pontos porcentuais.

Na pergunta espontânea, na qual os entrevistados são questionados sobre intenção de voto sem a apresentação dos nomes dos possíveis candidatos, pouco mais da metade (54%) declara não saber em quem votar.

Rejeição – O prefeito Fernando Haddad é o líder no quesito rejeição: 46% não votariam nele de jeito nenhum. Marta é a segunda mais rejeitada, com 42%; 31% não votariam em Feliciano e 29% não escolheriam Erundina. Já Russomanno é rejeitado por 22% dos pesquisados.

A pesquisa também mostrou que a gestão de Haddad é avaliada como ruim ou péssima por mais da metade dos paulistanos – 55%, enquanto 33% a consideram irregular. Apenas para 12%, a administração é ótima ou boa.

As ciclovias, uma das principais marcas da gestão do petista, são aprovadas por 51% e rejeitadas por 44%. Outra vitrine da gestão Haddad, as faixas exclusivas de ônibus foram aprovadas por 92%. Apenas 7% se disseram contra as faixas.

(Com Estadão Conteúdo)