João Pessoa 26/09/2018 07:46Hs

Início » Últimas » Câmara agora tem sua TV aberta digital

Câmara agora tem sua TV aberta digital

Câmara agora tem sua TV aberta digital. Durval Ferreira diz que medida vai fortalecer participação popular  

A Câmara Municipal de João Pessoa investe em tecnologia e já está na era digital. Com a intenção de deixar a atividade parlamentar muito mais transparente e a população mais informada, o Poder Legislativo Municipal inaugurou, em solenidade bastante prestigiada, nesta sexta-feira (14), sua TV Aberta Digital, Canal 61.2, e lançou, ao mesmo tempo, o projeto de interatividade digital, pelo Canal 61.3. Os vereadores, que marcaram presença no evento, comemoraram e exaltaram, com entusiasmo, a implantação do projeto como instrumento de modernização e fortalecimento da imagem da instituição.

Membros do Poder Judiciário, políticos, intelectuais e representantes da classe civil organizada também compareceram a solenidade. Eles parabenizaram o presidente da Casa, vereador Durval Ferreira (PP), pela iniciativa e destacaram a importância da TV aberta, tanto digital quanto analógica, no sentido de democratização do acesso das informações e na ampliação do alcance de um maior números telespectadores.

A TV analógica já estava no ar, pelo Canal 52, em caráter experimental, mostrando as programações da Câmara dos Vereadores e da Câmara Federal. Já a transmissão digital foi inaugurada nesta sexta e engloba, ainda, o Canal 61.1, que transmite a programação da TV Brasil. O sistema digital é idealizado pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e conta com o apoio das Universidades Federal da Paraíba (UFPB), Católica de Brasília e de Santa Catarina, além de ministérios e indústrias. As transmissões continuam também pelo Canal 23 (NET), da TV fechada.

O presidente Durval Ferreira, em seu pronunciamento, declarou que a TV Câmara Aberta Analógica e Digital são ações que vem coroar uma séria de medidas tomadas para ampliar a transparência e a participação popular nas atividades do Legislativo. Segundo ele, a partir de agora, um maior número de cidadãos e cidadãs vão poder acompanhar de suas residências o dia a dia da Casa, o trabalho realizado pelos seus representantes. “Não tenho dúvidas de que essa é uma ação que aproximar ainda mais representantes e representados, e ampliar a participação da população na defesa dos assuntos de seu interesse”, acrescenta.

Durval destaca que a inauguração do projeto é uma ação pioneira na Paraíba e no Nordeste. “E terá um grande alcance social ao atingir um maior número maior de telespectadores”, reforça. Ele comenta que nos últimos anos a atual mesa diretora, com apoio de todos os vereadores e dos servidores da Casa, não mediu esforços para deixar o Poder Legislativo Municipal com uma imagem de credibilidade junto à sociedade pessoese. Por fim, o presidente destaca que, além da transmissão das sessões ordinárias, solenes, audiências públicas e reuniões das Comissões Permanentes da Casa, a TV aberta terá a missão de oferecer também aos telespectadores conteúdo com informações que possam contribuir para que se construa uma cidade cada vez melhor, com mais qualidade de vida.

O Canal digital 61.3 vai trazer, em sua programação, vídeos interativos que serão assistidos, inicialmente, por cem famílias beneficiárias do Bolsa Família. Elas vão poder acessar a programação interativa em casa, nas suas próprias TVs.

O presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Nelson Breve, considera o projeto uma experiência inédita. Ele explica que o processo analógico vive um momento de mudança para o sistema digital. “Está sendo criada e gerada, com isso, várias oportunidades. Nós estamos construindo um projeto piloto e mudando a vida das pessoas”, afirma. Segundo ele, com a TV digital interativa, as famílias passam a ter acesso aos recursos de interatividade digital que é, na verdade, um grande espaço de dialogo entre o Poder Público e a Cidadania.

“A TV digital está hoje trazendo para o mundo das televisão ferramentas e mecanismos para que as pessoas possam interagir mais”, ressalta. Nelson informa que essas famílias poderão interagir e buscar informações sobre serviços diferenciados, como marcar consultas, saber de um diagnóstico e de programas sócias. Ele diz que, com o apoio do Banco Mundial, será possível fazer um estudo de impacto econômica, das condições de vida, do conhecimento intelectual e saber se essas pessoas, que participam da interatividade, conseguem ter acesso aos bens públicos.

Com relação a TV aberta, o presidente da EBC avaliou que as instituições, assim como as pessoas, têm o direito a liberdade de expressão e de ter veículos de comunicação sem filtros para saber o que está, realmente, acontecendo. “Há uma diferença entre os veículos institucionais e os veículos públicos.

Cada uma das cem famílias vai receber uma antena para facilitar a transmissão digital e o equipamento para receber o sistema interativo. Além de Durval, a mesa dos trabalhos foi composta pelo presidente da EBC, Nelson Breve, pela jornalista Madrelena Gondim (da TV UFPB), pelo jornalista Fernando Caldeira, assessor da magnífica reitora Margarete Diniz, pelo secretário de Desenvolvimento Social da Prefeitura de João Pessoa, Antônio Jâcome, pela superintendente da Rádio Tabajara, Maria Eduarda S. Figueiredo, e pelo gerente geral Agência Setor Público de João Pessoa do Banco do Brasil, Marcelo Gondim.

Parlamentares e juristas destacam importância da TV Câmara aberta

“Uma grande conquista da Câmara. O presidente Durval está de parabéns. Um instrumento de comunicação importantíssimo que vai beneficiar a população e deixá-la bem informada de tudo”, a afirmação foi feita pelo promotor de Justiça, Amadeu Rodrigues, que esteve na solenidade representando o procurador geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro. Amadeus acrescenta que a TV aberta, tanto digital quanto analógica, é um espaço fundamental para um maior número de pessoas possam ter conhecimento do trabalho do seu vereador. “E o Ministério Público, que sempre preza pela transparência e pela boa informação, não poderia ficar de fora desse fato histórico”, ressalta.

A deputada Daniela Ribeiro (PP), também marcou presença, representando a Assembleia Legislativa. Ela elogiou a inciativa da Câmara e do seu presidente Durval e comentou: “Todos estão de parabéns. O parlamentar não pode viver hoje sem a mídia, sem a comunicação para que tenha a oportunidade de mostrar seu trabalho e possa ser assistido pela população”, avalia.

Vereadores prestigiam – Os vereadores Sérgio da Sac (PSL), Zezinho Botafogo (PSB), Eliza Virgínia (PSDB), Pastor Edmilson (PRB), Tavinho Santos (PTB), Fernando Milanez (PMDB), João dos Santos (PR), Raoni Mendes (PDT) e Benilton Lucena (PT) prestigiaram a solenidade de inauguração da TV aberta Digital e do lançamento do sistema de interatividade digital. Vereadores eleitos no último pleito, como Helton Renê (PP) e Marmuthi Cavalcanti (PT do B), compareceram ao evento.

O vereador Tavinho Santos (PTB) fala do pionerismo da Câmara ao lançar a TV aberta e ampliar o número de telespectadores. “Um avanço considerável da interatividade, onde a população terá condições de acompanhar, numa TV aberta e com imagem de qualidade, o desempenho de cada vereador. Cobrar e ver se valeu, realmente, a pena ter votado naquele seu representante”, observa o petebista.

Por sua vez, o vereador Fernando Milanez (PMDB) fez um resgate do início da implantação da TV Câmara, durante sua gestão, e parabenizou o presidente da Casa, Durval Ferreira, em dar continuidade ao projeto de expansão com a inauguração das TVs abertas analógica e digital. “A TV Câmara funcionava em canal fechado até o dia de hoje”, destaca Milanez ao acrescentar: “a criança nasceu, cresceu e agora virou adulta”, se referindo ele a transformação e modernização da TV pública.

Segundo ele, os vereadores terão, a partir de agora, um instrumento de mídia muito mais forte para garantir a transparência e a democratização das informações. Milanez acredita que Durval resolveu implantar a TV aberta por entender que o Poder Legislativo precisava se aproximar mais da sociedade e por ouvir também as reivindicações do povo nas ruas. “Um mecanismo para prestar contas à sociedade e para que o cidadão possa mapear e acompanhar o dia a dia do parlamentar”, finaliza.

Os vereadores Benilton e Raoni fizeram questão de enaltecer a importância da implantação da TV aberta, no sistema digital, e do projeto de interatividade. “É o aperfeiçoamento das nossas mídias. Nós teremos condições, agora, de ampliar nossa transmissão, com nitidez, para uma quantidade maior da população da Capital e do Estado. Isso é muito bom e nos estimula ainda mais”, comenta Benilton. Raoni frisa, por sua vez, que a responsabilidade e o compromisso do vereador com a sociedade passa aumentar muito mais, partir de agora. “Nossa responsabilidade vai aumentar. Nós fomos eleitos para defender os interesses do povo e trabalhar pela cidade. Agora, com a TV aberta, essa cobrança vai aumentar e seremos muita mais fiscalizados. E isso é fundamental”, afirma.

O Coral da Câmara Municipal da Capital, regido pela maestrina Socorro Estrela, resgata o Hino Oficial de João Pessoa que será gravado, futuramente, em CD. O Coral abriu a solenidade com Hino Nacional e depois tocou, como marco histórico, o Hino Oficial da Cidade. O CD, que será lançado breve, tem o título de “Hinos da nossa terra Paraíba”. “Um trabalho importante e que vai ficar para a história da casa, dos vereadores e da nossa cidade”, comenta Socorro.

Autoridades acompanham descerramento de placas de inauguração e projeto de interatividade é lançado em residência no Cristo

Após a solenidade, autoridades, convidadas pelo presidente Durval Ferreira, participaram do descerramento das placas de inauguração da TV aberta e do projeto de interatividade, que foram colocadas ao lado da torre de transmissão no estacionamento da Câmara. “Nesse momento nós estamos registrando um fato histórico importante que é a inauguração da TV aberta e do projeto interativo. Todos os vereadores têm uma parcela de comprometimento nessa ação”, afirma Durval.

Em seguida, Durval Ferreira, o presidente da EBC, Nelson Breve, a jornalista Madrelene Gondim, da TV UFPB, intelectuais, entre outras autoridades, se dirigiram à residência da senhora Adair Ferreira, na comunidade Bela Vista, no bairro do Cristo Redentor, para lançar, junto a uma das cem famílias do Bolsa Família, o projeto de interatividade. Adair não escondia sua emoção e satisfação por ter sido contemplada. “Estou muito feliz. Já tentei mexer, inclusive me neto, de 16 anos, tentou de manhã. É bem fácil”, comentou ela bastante sorridente.

Adair Ferreira é uma mulher simples. Ela recebeu as autoridades em companhia dos 36 netos, 7 bisnetos e 9 filhos.

Assessoria