João Pessoa 23/05/2018 03:35Hs

Início » Câmara em foco » Câmara de Sapé notifica vereadores para que envolvidos em nepotismo sejam exonerados

Câmara de Sapé notifica vereadores para que envolvidos em nepotismo sejam exonerados

Para o presidente da Câmara de Sapé, atualmente a casa legislativa “Poeta Augusto dos Anjos” dá exemplo a outras instituições que continuam a praticar o nepotismo

O presidente da Câmara, Johni Rocha (PSDB) afirmou que esse procedimento já devia ter sido adotado (Foto: Reprodução)

A Câmara Municipal de Sapé, no Agreste do Estado, enviou um ofício a todos os vereadores notificando-os para que em caso de cargos com a configuração da prática de nepotismo, os envolvidos sejam de imediato exonerados. O presidente da Câmara, Johni Rocha (PSDB) afirmou que esse procedimento já devia ter sido adotado.

“Na realidade esse procedimento administrativo já era para ter sido feito, mas estávamos gerenciando e otimizando outras áreas”, declarou o presidente, afirmando que não tem como fugir dessa questão, pois é lei. “Não tem como fugir, é lei, foi essa casa que aprovou em tempos passados e temos que cumprir”, disse

Para o presidente da Câmara de Sapé, atualmente a casa legislativa “Poeta Augusto dos Anjos” dá exemplo a outras instituições que continuam a praticar o nepotismo. “A câmara de Sapé hoje dá exemplo a outros órgãos que continuam a fazer o nepotismo. Essa foi uma proposta minha de campanha, que hoje coloco em prática, mas ressalto que quando cheguei na Câmara Municipal, como vereador, a lei já existia. Então vamos cumpri-la na prática, pois muitas leis neste país não são cumpridas e precisamos mostrar exemplo”, destacou Rocha.

Segundo Johni Rocha, esse ano será de vários projetos em defesa do servidor público, para protegê-los das maldades do executivo municipal. “Esse será um ano de vários projetos para proteger os servidores das maldades desta gestão municipal. Tenho um projeto que prioriza o pagamento dos servidores municipais, obrigando o prefeito a primeiro pagar os servidores na ativa e aposentados, e só depois disso, os salários do prefeito, vice-prefeito, secretários, secretários adjuntos e assessores”, afirmou Rocha.

ClickPB