João Pessoa 26/05/2018 08:05Hs

Início » Câmara em foco » ‘Combativa’ e ‘dialogando’: líderes das bancadas fazem avaliação das atuações na CMJP em 2017

‘Combativa’ e ‘dialogando’: líderes das bancadas fazem avaliação das atuações na CMJP em 2017

Bruno Farias destacou ainda criação da ‘Caravana da Oposição’; já Milanez Neto ressaltou a aprovação de matérias

Fim de ano é momento de balanço das ações políticas dos mais diversos poderes e frentes de atuação. Na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) não é diferente. O Blog do Gordinho entrevistou os dois líderes, Milanez Neto (PTB), da situação, e Bruno Farias (PPS), da oposição, para fazer um balanço das atuações de suas bancadas neste ano de 2017.Milanez deve continuar a liderar a bancada do governo no próximo ano. Já a oposição tem um revezamento, e quem assume a titularidade da bancada é o vereador Léo Bezerra (PSB).

Confira abaixo as opiniões:

Bruno Farias (Líder da oposição) – Um balanço positivo. A oposição cumpriu seu papel constitucional de fiscalizar os atos do Poder Executivo, mesmo contando com uma bancada pequena, com oito vereadores. Conseguimos debater os principais problemas da cidade de João Pessoa. Inovamos, ao inaugurar uma ação de cunho mensal, chamada Caravana da Oposição, para vistoria, visitar, fiscalizar, órgãos, serviços e ações da Prefeitura Municipal de João Pessoa. Visando detectar falhas e pontuar deficiência na prestação desses serviços públicos. E trabalhar em favor da cidade, buscando soluções para os problemas que detectamos. Fizemos uma atuação coesa e bastante combativa. Acredito que o saldo foi positivo, porque podemos revelar a verdadeira face de uma gestão medíocre, que vive de muita maquiagem e de pouca ação efetiva.

Milanez Neto (Líder da situação) – Muito positivo. Aprovamos todas as matérias encaminhadas a Câmara Municipal de interesse da sociedade pessoense. Inclusive matérias que beneficiaram o funcionalismo público de nossa cidade. Conseguimos dialogar com respeito, como é o costume de nossa gestão. O Prefeito Luciano conseguiu, como poucos, no segundo mandato trabalhar mais do que na primeira gestão, em todas as áreas, o que facilita o nosso trabalho em quanto bancada, nós temos o que mostrar a sociedade de forma concreta, e não em discurso, como muitos fazem.