João Pessoa 24/06/2018 12:48Hs

Início » Câmara em foco » Durval Ferreira define se vai para PSD após conversar com Cartaxo sobre apoio

Durval Ferreira define se vai para PSD após conversar com Cartaxo sobre apoio

Ele recebeu convite do ministro Gilberto Kassab e de Rômulo Gouveia para ingressar no partido, mas antes quer conversar com o prefeito Luciano Cartaxo

Durval disse que desde a primeira hora está com Luciano Cartaxo, mas hoje aguarda os desdobramentos da política paraibana (Foto: Walla Santos)

O vereador licenciado Durval Ferreira (PP), secretário da Ciência e Tecnologia de João Pessoa, disse nesta quarta-feira (24) que não tem definição, ainda, se vai para o PSD ou permanece no PP. Ele recebeu convite do ministro Gilberto Kassab e de Rômulo Gouveia para ingressar no partido, mas antes quer conversar com o prefeito Luciano Cartaxo. Disso depende a sua pré-candidatura a deputado estadual.

“Eu vou conversar com ele sobre esse convite, para definir como seria esse apoio que eu ia receber do partido, para que a gente pudesse sair realmente candidato. Eu não posso sair só por sair, não me interessa. Tem que ter uma estrutura…”, disse Durval.

Segundo ele, sua intenção, caso vá para o PSD, é fortalecer a legenda. “Modéstia à parte, por todos os partidos em que passei, eu fiz vereador, a gente conseguiu fazer um partido, conseguiu trazer e fortalecer a legenda, é tanto que eu já fiz o maior número de vereadores no PP. Se eu entrar em um partido, se eu for para o PSD, eu vou fazer a mesma coisa que fiz nos outros, trabalhar para fazer um partido grande, fazer no mínimo quatro estaduais, dois federais, fazer um trabalho para ganhar as eleições”, disse.

Durval disse que desde a primeira hora está com Luciano Cartaxo, mas hoje aguarda os desdobramentos da política paraibana. “A gente não sabe se vai ficar com a oposição, se vai ficar com Ricardo, ninguém sabe com quem vai ficar; sei que estão conversando por aí”, disse Durval, que está aguardando os acontecimentos.

Ele avalia que, se Romero Rodrigues for candidato ao Governo, o PP é beneficiado com a Prefeitura de Campina Grande, que ficará nas mãos do presidente da legenda, Enivaldo Ribeiro. Isso pode repercutir na conjuntura política.

ClickPB