João Pessoa 19/06/2018 08:32Hs

Início » Câmara em foco » João Azevêdo deverá anunciar novo nome para a chapa majoritária até o final de semana

João Azevêdo deverá anunciar novo nome para a chapa majoritária até o final de semana

O pré-candidato ao governo do Estado, João Azevêdo (PSB), irá anunciar até o final semana, deverá mais um nome que irá compor a chapa majoritária. A informação foi confirmada pela assessoria do PSB.

Em nota o partido afirmou que a questão geográfica é um dos fatores importantes, mas não é o único fator já que o nome precisa agregar.

Veja a nota divulgada pelo PSB na íntegra:

João Azevêdo anuncia que até o final da semana será definido mais um nome da majoritária

O pré-candidato a governador João Azevêdo (PSB) anunciou que, até o final desta semana, estará sendo definido mais um integrante da chapa majoritária. “Estamos discutindo com todos os partidos dentro e fora da nossa aliança sem pressa e de forma tranquila a formação de uma chapa forte e representativa”.

Até o momento estão definidas as pré-candidaturas de João Azevêdo ao governo e Veneziano Vital (PSB) ao Senado. De acordo com João, a questão geográfica é um dos fatores importantes, mas não é o único fator já que o nome precisa agregar.

João disse que está numa agenda muito forte em que vem conversando com as pessoas, aprendendo e colhendo informações para formular um plano de governo conectado com a necessidade da população e com propostas concretas que serão apresentadas durante a campanha.
“A cada dia que passa nossa candidatura se fortalece mais com novos prefeitos, lideranças e com apoio popular. Em mais de 30 municípios conseguimos unificar situação e oposição nesse propósito maior para a Paraíba”, avaliou Azevêdo.

Questionado sobre qual seria a primeira ação de governo em 2019, João Azevêdo acrescentou que a partir de 1º janeiro tomará todas as providências para que não se tenha nenhuma descontinuidade ou retrocesso na Paraíba. “A Paraíba se desenvolveu muito nestes 7 anos e 5 meses na sua infraestrutura, educação, saúde e segurança. Os paraibanos não querem voltar ao ritmo de 1 obra a cada seis meses, e sem políticas públicas efetivas. E o que mais observo são cidadãos dizendo não podemos deixar a Paraíba retroceder”, ressaltou.

“Nos primeiros meses vamos lançar um pacote de obras dando continuidade a esse processo de avanço. Tenho conhecimento sobre as reais necessidade do Estado e onde estão os recursos com minha experiência como secretário de Estado e a oportunidade que tive de coordenar o plano de governo de Ricardo em 2014 e participei da elaboração em 2010”.

PB Agora