João Pessoa 12/12/2017 14:21Hs

Início » Câmara em foco » Joás explica sequestro de R$ 33 milhões do Estado e cita repasse insuficiente

Joás explica sequestro de R$ 33 milhões do Estado e cita repasse insuficiente

"Governo vem repassando R$ 11,300 milhões, o que não é suficiente”, disse.

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Joás de Brito Pereira, explicou nesta quarta-feira (6), o sequestro de R$ 33 milhões do tesouro estadual para pagamento de precatórios, por meio do Tribunal. Segundo Joás, o ministro do Superior Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowskio autorizou a utilizar o dinheiro do sequestro nos pagamentos após falta de acordo com o Governo.

“Tentei audiência com o governador, liguei para ele, mas não obtive resultado, e determinei o sequestro para o pagamento de precatórios. Neste primeiro momento, foram apreendidos R$ 992 mil”, disse em entrevista à Arapuan Fm.

Ele ainda pontuou que o Governo tem obrigação de fazer o repasse mensal de precatórios, que só começou a fazê-lo a partir de maio.

“O valor que deveria estar sendo repassado para cumprir a emenda constitucional era de R$41 milhões e 575 mil, e o Governo vem repassando R$ 11,300 milhões, o que não é suficiente”, disse.

Wscom