João Pessoa 25/06/2018 18:16Hs

Início » Câmara em foco » “O único na lupa da PF é Cartaxo”, diz Bruno Farias sobre tese de Romero de candidaturas serem registradas na PM

“O único na lupa da PF é Cartaxo”, diz Bruno Farias sobre tese de Romero de candidaturas serem registradas na PM

O líder da oposição na Câmara Municipal de João Pessoa, Bruno Farias (PPS), disse, nesta quinta-feira (09), que acredita que a tese levantada pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), sobre algumas candidaturas serem registradas na polícia, em 2018 recai única e exclusivamente sobre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD).

O oposicionista alega que é Cartaxo o único que está na lupa da Polícia Federal, sobretudo pelos escândalos envolvendo o superfaturamento nas obras da Lagoa do Parque Solon de Lucena.

A análise ocorre porque nenhum outro pré-candidato, seja do PSB, do PSDB e até do PMDB estarem envolvido em escândalos.

“Quem tem problema com a justiça? O próprio Romero, que eu saiba, não há alguma ação por parte da Polícia Federal, por exemplo, investigando a sua gestão. João Azevêdo também não. Cássio, sobre ele, também não recai nenhum tipo de investigação da polícia federal, o senador José Maranhão igualmente, o único que está na lupa da PF, e o caso da Lagoa é um caso emblemático, é o prefeito Luciano Cartaxo”, disse.

Para Bruno, apesar de Romero e Cartaxo estarem no mesmo campo das oposições, serem aliados, a insinuação do tucano foi franca e teve endereço certo.

“Os aliados, muitas vezes usam de franquezas e verdades e acho que nesse caso específico o prefeito de Campina Grande foi franco, verdadeiro e transparente. Se até um aliado insinua essa possibilidade, certamente o povo da Paraíba vai rejeitar essa população”


PB Agora