João Pessoa 27/05/2018 15:29Hs

Início » Câmara em foco » PSL deve aumentar diretórios e acredita que compensará saídas com grupo que terá mais votos nas eleições de 2018

PSL deve aumentar diretórios e acredita que compensará saídas com grupo que terá mais votos nas eleições de 2018

O presidente estadual do PSL- Livres, o vereador Lucas de Brito deu uma entrevista exclusiva ao PB Agora e acredita que a sigla vai ficar maior do que quando era liderada pelo deputado estadual Tião Gomes.agora no Avante. Para exemplificar, declarou que o partido que tinha apenas oito diretórios já conta com o triplo disso e em quatro meses de sua liderança. Além disso, até meados de janeiro, mais de 15 convenções municipais serão realizadas a fim de fortalecer o crescimento da legenda.

A meta do Livres segundo o parlamentar é aumentar sua representatividade no Estado, seja elegendo pelo menos dois deputados estaduais, como também um deputado federal. E a ambição não pará. Lucas disse que um dos objetivos é criar um grupo que tenha mais votos do que os deputados que saíram do partido, compensando em grande estilo suas saídas. O outro deputado ex-PSL era João Bosco Carneiro que foi para o PPS.

 

“O partido tem avançado muito bem. Saímos de oito diretórios para o triplo disso em apenas quatro meses. Vamos realizar em janeiro mais de 15 convenções municipais para conferir estabilidade aos novos diretórios e fortalecer o trabalho de reformulação e crescimento da sigla que caminha a contento. Paralelo a isso, estamos estimulando candidaturas regionais em todo o Estado para deputados estaduais e federais. Queremos enfrentar as eleições de 2018 com uma meta concreta de sairmos maiores do que entramos. Com no mínimo dois deputados estaduais e um federal”, explicou.

 

O presidente estadual do Livres também destacou que a sigla tem sido procurada para abrigar parlamentares insatisfeitos com outros partidos, mas lembrou que é preciso respeitar algumas cláusulas como ser a favor do liberalismo e estar disposto a disputar uma eleição para Câmara Federal. Além disso montar um grupo que tenha mais votos que os deputados que saíram do partido.

 

“A gente tem sido procurado por deputados que expressam interesse pelo Livres, mas é preciso ter compartilhamento com nossa bandeira de liberalismo, uma diretriz nacional, desejarem disputar vaga na Câmara Federal e até março haverá conversações para definir tudo isso. Acredito que conseguiremos, com folga, fazer a compensação dos filiados que sairam e montar um grupo que represente mais votos que os parlamentares que se ausentaram”, finalizou Lucas de Brito.

 

PB Agora