João Pessoa 21/07/2018 12:05Hs

Início » Câmara em foco » Servidores de Santa Rita se reúne para assembleia e movimento contra gestão Panta no “Parque do Povo”

Servidores de Santa Rita se reúne para assembleia e movimento contra gestão Panta no “Parque do Povo”

Sinfesa ganhou reforço de mais uma categoria do Trânsito, que soman quatro secretarias que o prefeito Panta descumpriu acordo dos salários atrasados.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipal de Santa Rita-PB, convida para esta quarta-feira (29), ás 08:00 horas no “Parque do Povo” próximo a secretaria de educação do município para definir um calendário de atividades de protesto, paralisação de atividades com movimentos referente ao acordo de salários atrasados firmado pelo prefeito tucano Panta (PSDB), e desfeito pelo próprio, o prefeito não anunciou aos servidores não nenhuma posição para o pagamento do referido dia 15 Novembro data prevista para o recebimento.

Conforme a sindicalista Lêda Santos afirmou a reportagem do Paraíba Urgente que é muita revolta por parte dos servidores de Santa Rita de todas as categorias e agora por parte da população que estamos em sessão itinerante levando o conhecimento das maldades e sem nenhum tipo de investimento na cidade, a não ser contrato de pessoal comissionados, o prefeito se reuniu com os servidores e não cumpriu os acordos de salários atrasados e que ele não contraiu nenhum empréstimo para quitar essas dívidas e o que mais revolta os servidores que a parte que foi paga pela prefeitura foi dos salários de servidores inclusive redução de salários, precatório do FUNDEF além de quase 4, 6 Milhões do salário de Dezembro que foi bloqueado pelo TCE-PB e MP, e um Decreto 32 que congelou todos os benefícios dos servidores que a poucos dias revogou o Decreto e, instituiu um novo Decreto congelando a folha de pagamento até Dezembro referente a folha de pagamento de Outubro, e que é uma revolta total em Santa Rita sem reajustes de piso salarial federal e magistério, terço de férias que se estendeu para todas as categorias atingiu a população e que por fim quer rebaixar salário de aposentado e quem estar concluindo o tempo de serviço para se aposentar, ressaltou a sindicalista.

“Um ano sem o servidor sem direito a nada e por cima a perseguição e o assédio moral que tem ainda que aguentar a opressão agressão para com os mesmos, e que o prefeito extrapolou a folha de pagamento com mais de 96% sem realizar investimentos para a cidade que não definiu como prioridade a Saúde que está doente e servidores como bem ele anunciou em período eleitoral que haveria uma política de investimento salarial de valorização da prefeitura de Santa Rita que não aconteceu e após assumir a gestão adotou o pior método que um prefeito poderia usar o chicote para perseguir e humilhar servidores como um puro ditador tucano que jamais Santa Rita observou em sua história”,declarou Leda dos Santos.

A prioridade do prefeito Panta foi colocar a faca no pescoço dos servidores de Santa Rita, e R$ 3,6 milhões para monitoramento de Câmaras, o lixo mais caro da Paraíba em relação ao índice populacional a exemplo de Campina Grande, licitação na comunicação milionária, passagens áreas, consultorias que são gastos desnecessário e que poderiam serem investidos desde o início da gestão Panta que hoje teria sanado o problema e ele o prefeito privilegiou amigos e correligionários de campanha e a população sofrendo sem médicos, medicamentos com as coisas básicas no município.

Lamartine do Vale