João Pessoa 17/08/2018 01:28Hs

Início » Câmara em foco » Vereador questiona aumento na contribuição de iluminação pública de Santa Rita:”Energisa e prefeitura deve explicação dos abusos”

Vereador questiona aumento na contribuição de iluminação pública de Santa Rita:”Energisa e prefeitura deve explicação dos abusos”

O vereador petista Sebastião Bastos do PT usou a tribuna da Câmara de Santa Rita-PB, e defendeu os empresários, industriais e comerciantes em especial a sociedade santarritensee referente  aos aumentos abusivos da Contribuição de Serviços e Iluminação Pública nas contas de energia da população de Santa Rita, que chegam a atingir entre 300% até mais de 500% em cada caso, inclusive a população desempregada e carente que é de 90% no município e que a Energisa e o prefeito de Santa Rita deve explicação que estamos solicitando uma sessão especial antes de provocar a justiça para reduzir os referidos aumentos nas contas de luz.“Nosso gabinete não para de receber reclamações por parte da população que se sente prejudicada com os aumentos abusivos nas contas de luz entre 350% e 500%. O projeto de lei chegou à Câmara de Santa Rita em 2017 pelo prefeito Panta (PSDB) para sua reformulação e que entrou em vigor em Março de 2018, a época nosso gabinete chamou a atenção do parlamento para uma sessão especial para discutir os questionamentos de tabelas e prazos e aumentos abusivos que foi ignorado pelos pares com os critérios destas tabelas e hoje a população está sentindo no bolso os aumentos da gestão Panta que estamos convidando a ENERGISA para mostrar um esboço de como está sendo cobrado referente a lei do projeto da prefeitura que está sufocando a população que ninguém aguentou a primeira conta de luz com o novo aumento em Santa Rita” declarou o vereador Sebastião Bastos.

Para o vereador Sebastião Bastos do PT afirmou ainda quando o prefeito Panta enviou o projeto a Câmara após sua aprovação que se tornou-se a Lei 1.828/2017, eu já orientava na casa de Antonio Teixeira para uma discussão ampla sobre os impostos e pelo tempo que não foi reformulado e disse que era preciso um estudo que iria atingir principalmente a população carente do município e hoje após a primeira cobrança a população já se manifestou para anular o novo código tributário que a sociedade não foi ouvida e estar prejudicada que é quem paga as contas, e que já solicitaram no gabinete do vereador petista uma ação civil popular para intervir a cobrança abusiva para que a população pague um imposto justo e que não afete o bolso do povo pobre, conclamou Sebastião.

O vereador petista saiu em defesa da sociedade e disse que a maioria da população que pagou a fatura de Março que contribuía com R$ 1,40 centavos passou a pagar R$ 8,16 centavos, Indústria que pagava R$ 16 mil passou a contribuir 80 mil reais, são aumentos abusivos que chegam até mais de 500% e por ai vai, os aumentos sem critérios variando de um para o outro e, que estamos colhendo faturas das pessoas de todos os seguimentos da sociedade entre eles, empresas, comércio e indústria as contas para confrontar caso a caso, que estou solicitando da ENERGISA as informações das contribuição de iluminação de 2017 e 2018 após a publicação da lei que entrou em vigor em Março de 2018, e de posse desses documentos iremos fazer um amplo debate com a ENERGISA, a sociedade e a prefeitura de Santa Rita que é o maior causador de tudo isso que não chamou a sociedade para debater que é quem pagar a conta e não tem direito a nada, frisou Sebastião Bastos.

Lamartine do Vale