João Pessoa 26/09/2018 01:07Hs

Início » Paraíba » Campinense perde para o Ferroviário nos pênaltis e acaba sonho do acesso

Campinense perde para o Ferroviário nos pênaltis e acaba sonho do acesso

O Campinense venceu mas não levou. Após derrotar o Ferrroviário no tempo normal, por 1 a 0, o time rubro-negro desta vez não foi feliz nas cobranças de pênaltis e viu o sonho do acesso acabar. Na disputa, o time cearense levou a melhor e venceu por 5 a 4, ficando com a última vaga para Série D do Brasileiro de 2019.

Agora, o Ferrim se junta a São José-RS, Treze e Imperatriz-MA, que conseguiram o acesso e vaga nas semifinais no domingo. Ao Campinense, que havia vencido dois mata-matas nas penalidades, em casa, resta se  reestruturar para o ano que vem.

No duelo de volta desta noite, no Amigão, o time raposeiro até que lutou para sair de campo com o acesso no tempo normal. Para isso, precisava vencer por dois ou mais gols de diferença, uma vez que havia perdido o jogo da ida por 3 a 2, em Fortaleza.

No entanto, o Tubarão da Barra foi mais competente nas penalidades e marcou os cinco gols, sendo o último com Edson Cariús. Pela Raposa, Felipe Macela acertou a trave.

O jogo
Em vantagem, o Ferroviário não quis correr riscos no primeiro tempo e jogou com o regulamento debaixo do braço.O time cearense fechou a ‘casinha’ e deu pouco espaço para o Campinense. A Raposa teve um leve domínio da partida, mas não conseguiu passar pela marcação do rival e acabou indo para o intervalo com o 0 a 0 no placar.

O Campinense criou as melhores chances em bola parada e cruzamentos para dentro da área. No lançamento de Danilo Bala, Denilson mandou rente à trave. Willian Goiano foi outro que também recebeu por cima dentro da área, mas jogou pela linha de fundo.

O maior susto, no entanto, foi quando Rafael Jensen se enrolou dentro da própria área e só não marcou contra, pois Jeferson acabou salvando. Apesar da pressão, o Campinense pareceu desesperado, enquanto o Ferroviário, bem armado, fez o que se esperava dele.

O Campinense voltou com a mesma proposta para o segundo tempo, mas conseguiu transformar as chances criadas em gols. Logo aos quatro minutos, Zeca cobrou escanteio na cabeça de Denílson, que deu um leve desvio para Jorginho. O meia pegou de voleio para fazer um bonito gol.

foto: Ascom/Ferroviário

foto: Ascom/Ferroviário

O gol deu ainda mais ânimo ao time paraibano, que pressionou o Ferroviário em busca do segundo gol. Thiago Potiguar recebeu de Marcelinho e cruzou para Rodrigo Silva. Ele mandou de cabeça muito perto do gol defendido por Gleibson.

E a pressão por parte da Raposa seguiu até o fim. Enquanto o Ferroviário estava satisfeito em decidir nos pênaltis, o Campinense partiu para cima e só não carimbou a classificação no tempo normal, pois a bola de Alex Murici ficou na trave.

O Campinense começou batendo e saiu na frente com Marcinho. Janeudo deixou tudo igual. Rodrigo Silva fez o segundo, assim como Luis Suares. Marcelinho desempatou, mas não por muito tempo.

Esquerdinha bateu e fez o terceiro do Tubarão. Felipe Macena chutou na trave, enquanto Marcinho colocou o Ferroviário na frente do placar pela primeira vez nas disputa dos pênaltis. Mas Jackinha deixou o Campinense vivo na disputa, até que Edson Cariús fez o dele e carimbou a classificação do time visitante à Série C.

Ficha Técnica

Campinense: Jeferson, Alex Murici, William Goiano, Rafael Jansen e Zeca; Jorginho, Felipe Macena, Marcinho e Thiago Potiguar (Jackinha); Danillo Bala (Marcelinho) e Denilson (Rodrigo Silva). Técnico: Ruy Scarpino.
Ferroviário: Gleibson, Gustavo (Vitinho), Luiz Fernando, André Lima e Sávio; Mazinho, Gleidson (Lucas Mendes), Leanderson (Esquerdinha) e Janeudo; Edson Cariús e Luís Soares. Técnico: Marcelo Vilar

Árbitro – Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes – Danilo Ricardo Simon Manis e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Gols – Jorginho, aos 5min do 2ºT

Cartão amarelo – Rafael Jansen, Felipe Macena, Jorginho, Jackinha (C); Sávio (F)

Paraíba Online