João Pessoa 26/09/2018 02:39Hs

Início » Paraíba » Charliton questiona declaração de Manoel Júnior sobre “tempo ruim” em Brasília

Charliton questiona declaração de Manoel Júnior sobre “tempo ruim” em Brasília

Presidente do PT da Paraíba questionou se o deputado está colocando em dúvida a credibilidade da PGU

charlinton machado foto boaNesta segunda-feira (2), o deputado federal paraibano Manoel Júnior (PMDB) disse que o tempo poderá ficar ruim, em Brasília, com o vazamento de que a lista da Operação “Lava Jato” envolve o nome do presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O presidente do PT/PB, Charliton Machado, procurou o WSCOM Online para pedir direito de resposta e questionar se o parlamentar paraibano estaria colocando em dúvida a credibilidade da Procuradoria Geral da União (PGU).

Charliton Machado disse não entender se o deputado federal quis dizer que “a possibilidade do nome de Cunha na lista da PGU, e o seu desgaste com o ‘bolsa cônjuge’, é uma responsabilidade do governo federal?”. “O deputado paraibano está pondo em dúvida a credibilidade da PGU? Ou acredita que o desgaste da agenda negativa de Cunha é obra do PT?”, provocou o dirigente petista.

O presidente estadual do PT criticou ainda o silêncio da bancada federal do seu partido quando foi anunciado o chamado ‘cotão’ de benesses do legislativo federal. Porém, destacou que existe algo maior no debate, e isso independe de disputas políticas.

“O nome de Cunha, abraçado pelos meios de comunicação, com claro interesse em se contrapor ao processo necessário de regulação econômica da mídia, começa agora a demonstrar para a opinião pública como sendo um equívoco e retrocesso ao debate e desafios do parlamento brasileiro na atualidade. Ou seja, Cunha nada mais é do que a reedição histórica e piorada do ex-presidente da câmara, Severino Cavalcanti”, concluiu Charliton.

wscom