João Pessoa 16/07/2018 06:43Hs

Início » Cidades » Depois de indicar cargos na gestão Cartaxo, parlamentar mira no Palácio da Redenção

Depois de indicar cargos na gestão Cartaxo, parlamentar mira no Palácio da Redenção

DJANILSON E MARANHÃO(1)Depois de indicar cargos na gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PT) em João Pessoa, o vereador Djanilson da Fonseca (PPS) agora dá sinais de que quer se ‘aprochegar’ também no ‘recanto dos girassóis’. Pelo menos foi isso que ele demonstrou em visita feita na última segunda-feira, 1, ao Palácio da Redenção na solenidade em que o governador Ricardo Coutinho (PSB) nomeou o jogador Hulk como embaixador da Paraíba na Copa do Mundo.

Djanilson estava acompanhado do líder do Governo na Assembléia Legislativa, Hervásio Bezerra (PSDB), da secretária de Comunicação, Estelizabel Bezerra (PSB), e adivinhem de quem mais… do deputado estadual João Gonçalves (PEN).

Emissários do parlamentar mirim confirmam que estão bem avançadas as conversas para que ele apoie a reeleição do governador Ricardo Coutinho em 2014.

O problema é que ‘Faca Cega’ está mais amolado do que nunca no que diz respeito aos cargos municipais. Se apoiar o governo do Estado, se tornará uma espécie de “novo João Gonçalves” da política pessoense, tentando ser aliado de todos. Nada bom para um parlamentar com apenas seis meses de mandato. Mas a prática do ‘cambalacho’ não é novidade na trajetória de Djanilson.

Durante a campanha eleitoral de 2012, ‘Faca Cega’, que não gosta de assumir posição, fez campanha ao lado dos quatro candidatos a prefeito: José Maranhão (PMDB), Cícero Lucena (PSDB), Estela Bezerra (PSB) e Luciano Cartaxo (PT).

Recentemente, fontes ligadas ao parlamentar davam como certa a filiação de Fonseca nos quadros do PMDB, já que ele, assim como vários integrantes da legendas não estariam engolindo a possibilidade de ver Lídia Moura no comando do MD, partido que se criaria a partir da fusão do PPS com o PMN.

Como dizia um jingle do ex-governador José Maranhão: “Vamo embolá, tem aqui, tem acolá, Djanilson mestre de obra, tem obra em todo lugar”.

Da Redação