João Pessoa 22/04/2018 16:20Hs

Início » Cidades » Ex-PM ‘Batoré’ é condenado a 319 anos de prisão

Ex-PM ‘Batoré’ é condenado a 319 anos de prisão

Sentença saiu para 15 pessoas ligadas a ele e Guarabu

Batoré foi condenado a mais de 300 anos de prisão – Reprodução

Rio – Quinze pessoas acusadas de integrar a quadrilha chefiada por Antônio Eugênio de Souza Freitas, o Batoré, foram condenadas, nesta segunda pela, na 17ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio. A pena de Batoré é de 319 anos de prisão. Irmãos e sua mulher estão entre os condenados.

 Na sentença, consta que Batoré trabalha com o traficante Fernando Gomes de Freitas, o Fernandinho Guarabu. O juiz destalhou que a dupla forma um grande conglomerado no bairro da Ilha do Governador.
O grupo foi condenado por extorsão com arma de fogo, organização criminosa, lavagem de dinheiro, incêndio e falsidade ideológica. Em maio do ano passado, durante um plantão judiciário, Batoré foi solto por decisão do desembargador Guaracy Viana e agora é considerado foragido.

Há relatos de que Batoré levaria motoristas que não pagavam taxas exigidas por ele para o Morro do Dendê. Parte do dinheiro arrecadado com os motoristas iria para Guarabu, chefe do tráfico na região e que está foragido há 15 anos. O Disque-Denúncia oferece R$ 30 mil para quem tiver informações que ajudem na prisão de Guarabu.

O Dia