João Pessoa 23/05/2018 20:41Hs

Início » Cidades » Flu tem prejuízo que vem de baixo

Flu tem prejuízo que vem de baixo

Tricolor já perdeu 13 pontos para os times que ocupam o Z-4

perdeu pontosRio – As chances de o Fluminense conquistar uma vaga na Libertadores desabaram para apenas 6%, segundo o matemático Tristão Garcia, com a humilhante goleada sofrida em pleno Maracanã. A derrota por 4 a 1 para a Chapecoense foi o último ato de uma série de tropeços contra clubes da parte de baixo da tabela e que pode se tornar determinante para o fim do sonho de disputar a competição sul-americana.

Ao todo, o Fluminense perdeu 13 pontos para os quatro clubes que estão na zona de rebaixamento neste momento (Criciúma, Botafogo, Bahia e Coritiba). O aproveitamento de apenas 45,8% em oito jogos vem custando caro na campanha tricolor

Se forem levados em consideração os outros três clubes que estão próximos à degola, a situação piora ainda mais. Com as quatro derrotas para Vitória e Chapecoense, o Fluminense deixou escapar mais 12 pontos. Somente o Palmeiras foi presa fácil, com duas vitórias para o Tricolor.

Foram 25 pontos perdidos que fazem falta, ainda mais porque os adversários que estão na frente têm vencido os seus jogos e o Fluminense só terá confronto direto com o Corinthians, no Maracanã.

“Já estava difícil antes. Os adversários estão mantendo nível muito bom, mas podem perder. Vamos lutar enquanto houver chances matemáticas”, avisa Diego Cavalieri.

Mesmo assim, o elenco tricolor prefere manter a esperança, principalmente porque não terá mais time da parte de baixo da tabela no caminho. “A Libertadores ficou mais difícil. Enquanto houver 1% de chances, vamos batalhar. Tudo é possível no futebol. Os adversários podem e devem tropeçar também”, torce Edson.

Grupo aliado de Peter pede a saída de Cristóvão Borges

O Flu-Sócio voltou a se manifestar publicamente contra um treinador. Assim como fez com Vanderlei Luxemburgo e Renato Gaúcho, o grupo político que apoia o presidente Peter Siemsen divulgou uma carta em seu site oficial um pedido pela demissão de Cristóvão Borges depois da goleada sofrida para a Chapecoense.

Com o título “Vexame”, o texto critica a demora para substituir e as opções escolhidas pelo treinador para tentar mudar o jogo. Além de pedir a saída de Cristóvão, a Flu-Sócio pede uma reformulação completa no elenco para o próximo ano.

Sem citar nomes, o grupo reclama da falta de comprometimento de jogadores, chamados de “laranjas podres” e também detona o planejamento do vice de futebol, Mário Bittencourt, e do diretor de futebol, Paulo Angioni.

 

O Dia