João Pessoa 17/08/2018 10:59Hs

Início » Cidades » Inglaterra é melhor, mas deixa Rússia empatar

Inglaterra é melhor, mas deixa Rússia empatar

Ingleses param no goleiro Akinfeev, e seguem sem nunca ter vencido em estreia de Euro

englaterra empataEm sua nona participação em Euro a Inglaterra parecia que ia conseguir vencer em uma estreia pela primeira vez. Após quatro empates e quatro derrotas, o English Team fez 1 a 0 sobre a Rússia e segurou o resultado até os 47 do segundo tempo, quando os russos empataram em um lance que parecia despretensioso.

A Inglaterra foi muito superior no primeiro tempo, mas parou no goleiro Akinfeev. Na segunda etapa, viu a Rússia crescer e engrossar o jogo, além de outras grandes defesas do goleiro russo, mas conseguiu chegar ao gol em uma cobrança de falta de Dier. No final, tentou se fechar para segurar o resultado e acabou punida por isso.

OS GOLS

Dier (Inglaterra) 27 minutos do 2º tempo – Na primeira oportunidade de cobrar uma falta, o volante do Tottenham deixou o capitão Rooney bater, mas na segunda foi a vez dele. Em cobrança quase que frontal, bateu com categoria, no ângulo, sem chances para Akinfeev. Golaço.

Berezutski (Rússia) 47 minutos do 2ºtempo – depois do amplo domínio da Inglaterra no jogo, a Rússia conseguiu empatar já nos acréscimos. Os ingleses tentaram se fechar para garantir o resultado, mas em um cruzamento que parecia despretensioso, Berezutski subiu alto para cabecear e a bola encobriu o goleiro Hart.

ANÁLISE DO REPÓRTER DO PORTAL DA BAND

A Inglaterra dominou as ações no primeiro tempo. O English Team mostrou porque era a favorita da partida e criou boas oportunidades de gol, mas ele não saiu, em parte por conta da boa atuação do goleiro Akinfeev. Os ingleses quase não foram assustados pela Rússia, que quase não chegou ao ataque. No segundo tempo a história mudou um pouco e a Rússia melhorou, passando a assustar o gol de Hart. A Inglaterra abriu o placar com um belo gol de falta, mas permitiu o empate da Rússia já nos acréscimos, em um dos raros ataques da seleção, quando o placar já parecia definido.

O CRAQUE

Akinfeev – Inglaterra foi soberana na primeira etapa do jogo e só não conseguiu chegar ao gol por causa da grande atuação do goleiro russo. Não fosse por ele, a Rússia teria saído perdendo no primeiro tempo, talvez até já com o jogo perdido. Graças a ele, sua seleção voltou melhor no segundo tempo. E foi justamente na etapa final que ele fez a melhor defesa do jogo em chute de Rooney. Não conseguiu evitar o gol de Dier em cobrança de falta, mas evitou uma goleada inglesa e sua seleção ainda conseguiu mostrar força para empatar nos acréscimos.

O PERNA DE PAU

Kane – O camisa 9 era a grande esperança de gols para Inglaterra. O artilheiro do Campeonato Inglês na última temporada até que não fez uma partida ruim, mas não conseguiu fazer o que se esperava dele, gols. Perdeu algumas oportunidades e não apareceu como a referência que deveria ser no ataque. Pode até perder a vaga para Vardy no próximo jogo.