João Pessoa 22/05/2018 14:06Hs

Início » Cidades » Neymar e Miranda são indicados à seleção do ano da Uefa

Neymar e Miranda são indicados à seleção do ano da Uefa

Além do atacante do Barça e do zagueiro do Atlético, outro jogador nascido no Brasil, o artilheiro Diego Costa, também está na eleição dos melhores de 2014

neymar copaA Uefa divulgou nesta terça-feira a lista dos quarenta candidatos que disputam um lugar na seleção do ano no futebol europeu. Entre os indicados estão o zagueiro Miranda, do Atlético de Madri, e os atacantes Neymar, do Barcelona, e Diego Costa, brasileiro naturalizado espanhol que defende o Chelsea, mas que se destacou no primeiro semestre com a camisa do Atlético. A entidade que comanda o futebol europeu divulgará a equipe dos melhores do ano depois de uma votação popular em seu site oficial. O resultado da eleição será conhecido em 6 de janeiro de 2015. Com nove jogadores na lista, o Bayern de Munique é o clube com maior número de indicados a um lugar no time ideal da Uefa. Já o Real Madrid, atual campeão europeu, tem oito. Um deles, Cristiano Ronaldo, foi indicado pela nona vez, um recorde na premiação – ele também esteve entre os candidatos em 2004, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013.

Os indicados à seleção de 2014 da Uefa

Goleiros

 Manuel Neuer (Bayern de Munique), Thibaut Courtois (Chelsea), Gianluigi Buffon (Juventus) e Beto (Sevilla)

Bola de Ouro 2014: os principais candidatos

Lionel Messi

A favor: Vencedor do prêmio entre 2009 e 2012, Messi foi também o Bola de Ouro da Copa do Mundo deste ano. Historicamente, a atuação no Mundial costuma ser decisiva na premiação da Fifa. Vice-campeão no Maracanã, o argentino marcou quatro gols na Copa, todos na primeira fase. Também terminou em segundo na artilharia do Campeonato Espanhol, com 28 gols, três a menos que Cristiano Ronaldo.

Contra: Apesar de manter uma boa média de gols, o argentino teve de lidar com pequenas lesões e não brilhou em momentos decisivos. Pelo Barcelona, não conquistou nenhum grande título na temporada, fato que não ocorria havia seis anos.

 (Com Estadão Conteúdo)