João Pessoa 19/06/2018 05:00Hs

Início » Cidades » Palmeiras consegue embalo pós-clássico e derrota Chapecoense

Palmeiras consegue embalo pós-clássico e derrota Chapecoense

Marcelo Oliveira consegue segunda vitória seguida no Allianz Parque e vê equipe subir na tabela do Campeonato Brasileiro

cristaldoalegrialuismouragazetaMarcelo Oliveira consegue segunda vitória seguida no Allianz Parque e vê equipe subir na tabela do Campeonato Brasileiro

O Palmeiras parece, enfim, ter encontrado um equilíbrio no Campeonato Brasileiro . Muito criticado por vencer com sobras alguns clássicos e tropeçar nas partidas seguintes, a equipe comandada por Marcelo Oliveira conseguiu acabar com esse estigma e embalou duas vitórias seguidas nesta quarta-feira, ao bater a Chapecoense por 2 a 0 no Allianz Parque. Egídio e Cristaldo marcaram os gols do triunfo. Confira todos os detalhes do confronto aqui.

Embalado, o Palmeiras subiu para o nono lugar na tabela, agora com 15 pontos conquistados, deixando para trás justamente a Chapecoense , que caiu para a décima posição, com 13. Na próxima rodada, o clube paulista faz um confronto direto contra a Ponte Petra, no domingo, às 18h30 (de Brasília), na Arena Pantanal. Já os catarinense encaram o embalado, mas ainda na zona da degola,

A torcida palestrina já estava acostumada com as brincadeiras de rivais. Era só vencer um clássico para na sequência derrapar e esfriar o ânimo dos palmeirenses. Foi assim contra o São Paulo , no Campeonato Paulista , e Corinthians , pela Série A. No primeiro, o Palmeiras venceu por 3 a 0, mas foi “acusado” de subir o salto e acabou derrotado pelo Red Bull Brasil na rodada seguinte. Contra os rivais alvinegros foi a mesma história. Vitória dominante na Arena em Itaquera, mas na sequência um empate com o Internacional e uma derrota para o Figueirense . Nesta quarta, no entanto, foi diferente…

O Palmeiras fez um primeiro tempo parecido com aquele desempenhado contra o São Paulo, no último domingo. Apesar de um bom volume, deixou espaços no setor defensivo e viu a Chapecoense assustar em alguns momentos. Repetindo o roteiro do clássico, os donos da casa conseguiram abrir o placar perto dos 30min em um lance muito parecido. Assim como Leandro Pereira, Egídio ficou com com a sobra, bateu e contou com um desvio da zaga para marcar.

Na etapa final, o Palmeiras tentou voltar com a mesma intensidade, mas sentia dificuldades para criar lances perigosos e começava a sofrer com investidas da Chapecoense. Preocupado, o técnico Marcelo Oliveira fez alterações e não demorou para ver o resultado. Ele colocou Zé Roberto e Cristaldo nos lugares de Dudu e Leandro Pereira, respectivamente. E o argentino, novamente, brilhou. Depois de um minuto em campo, ele virou o jogo para Egídio, que cruzou para Robinho desviar e sobrar para o próprio Cristaldo dar números finais.

Palmeiras 1 x 0 Chapecoense – 26min do primeiro tempo

Dudu ajeitou para Egídio na frente da área. O lateral esquerdo chutou colocado, a bola desviou e enganou o goleiro.

Egídio recebeu na esquerda e cruzou após duas tentativas, Robinho desviou e Cristaldo apareceu na segunda trave para completar em seu primeiro chute

Após brilhar no clássico contra o São Paulo, quando distribuiu três assistências, Egídio voltou a ser destaque no Allianz Parque. Seguro na defesa, o lateral esquerdo teve uma boa participação no setor ofensivo e marcou um dos gols da vitória palestrina. Após cobrança de lateral, Leandro Pereira desviou de cabeça, Dudu ajeitou e o camisa 66 contou com um desvio da zaga catarinense para balançar as redes.

Egídio desligou-se do Dnipro, da Ucrânia, por não receber salários e assinou contrato em março com o Palmeiras até o final de 2017. Ao chegar, mesmo sob o comando de Oswaldo de Oliveira, já colocou o veterano Zé Roberto no banco de reservas. Com a contratação de Marcelo Oliveira, que foi bicampeão brasileiro ao lado do lateral no Cruzeiro, o jogador viu o desempenho pessoal evoluir e agrada cada vez mais a torcida.

Ele começou no banco de reservas. No entanto, mais uma vez entrou na etapa final e deixou a marca na partida. Isso com apenas um minuto em campo. Apesar de não possuir confiança dos técnicos do Palmeiras – já havia virado opção com Oswaldo de Oliveira -, Cristaldo costuma mostrar estrela quando entra. Foi assim contra São Paulo e Chapecoense, nesta quarta. Além disso, é o artilheiro da equipe no ano, com 11 gols.

Mesmo assim, por incrível que pareça, ele pode estar de saída do clube. Contratado em 2014 a pedido do então treinador Ricardo Gareca, Cristaldo nunca chegou a se firmar na posição de centroavante do Palmeiras e perdeu ainda mais espaço com as recentes chegadas de Alecsandro e Lucas Barrios, que está acertado verbalmente com os paulistas. Marcelo Oliveira, no entanto, tem gostado do desempenho do argentino e deve pedia a permanência. E aí, será que ele fica?
Ficha da partida
Palmeiras
ChapecoenseCHA

Fernando Prass
Lucas
Victor Ramos
Vitor Hugo
Egídio
Arouca
Gabriel
Robinho
Leandro Pereira
Dudu
Rafael Marques

Danilo
Apodi
Rafael Lima
Neto
Dener Assunção
Gil
Neném
Elicarlos
Wagner Maguila
William Barbio
Camilo
Cléber Santana
Edmilson

Reservas

Neném
William Barbio

Capitão
Goleiro
Cartões amarelos
Cartões vermelhos

Gols
Gols contra
Saiu
Entrou

Arbitragem

ÁrbitroPablo dos Santos Alves

Local
Allianz Parque

Terra