João Pessoa 21/08/2018 02:13Hs

Início » Cidades » Polícia prende duas pessoas por estelionato

Polícia prende duas pessoas por estelionato

POLICIA CIVILA Polícia Civil, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) da Capital, prendeu duas pessoas e apreendeu cartões, maquinetas, documentos falsificados e computadores durante a ‘Operação Trojan’, realizada na segunda-feira (27), em João Pessoa.

De acordo com o delegado adjunto da especializada, Ragner Magalhães, a DDF recebeu denúncias de pacientes de um Hospital Particular de João Pessoa indicando que os cartões de créditos usados em pagamentos de consultas e tratamentos médicos teriam sido usados indevidamente. “Após algumas denúncias, começamos as investigações e chegamos a identificar o funcionário do Hospital, Jorge Oliveira de Sousa, de 39 anos, e de um comparsa dele, Leandro Ferreira Brito, de 33 anos. Os dois confessaram a participação no crime e ainda relatam o envolvimento de uma terceira pessoa que estaria no Estado de São Paulo. Nós vamos continuar com as investigações para identificar quem é essa pessoa”, disse Ragner Magalhães.

Ainda segundo a autoridade policial, o nome da operação faz referência a um programa de computador, chamado ‘Trojan’, que invade a segurança de aplicativos e sites e consegue ter acesso a dados pessoais, como contas bancárias, por exemplo.  “Após ter acesso aos dados dos clientes do Hospital, a dupla clonava cartões, fazia documentos falsos e utilizavam isso para realizar saques indevidos”, disse o delegado Ragner Magalhães.

A dupla foi encaminhada para o Presídio do Róger. Os dois vão responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

MAIS PRISÕES – A Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) cumpriu na tarde da segunda-feira o mandado de prisão contra Anselmo Augusto Moreira de Morais Júnior, de 33 anos. Ele é suspeito de participar de um esquema criminoso envolvendo negociação com veículos.

“Anselmo faz parte de um grande esquema de compra, venda e troca de carros, em que as vítimas são lesadas a venderem os veículos e saem no prejuízo. Ele tem alguns comparsas que estão foragidos, mas a DDF já está investigando esse caso há algum tempo e com essa prisão teremos mais informações para prender outras pessoas”, disse o delegado.

Anselmo vai responder pelos crimes de estelionato e ainda associação criminosa. Ele será encaminhado para uma Unidade Prisional de João Pessoa;