João Pessoa 19/06/2018 04:51Hs

Início » Cidades » Senador paraibano defende instalação um Terminal de Carga na PB

Senador paraibano defende instalação um Terminal de Carga na PB

Relator da subcomissão temporária da Comissão da Aviação Civil vinculada a Comissão de Infraestrutura (CI), do Senado Federal, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), debaterá em audiência pública na próxima terça-feira (13) os termos de concessões dos espaços aeroportuários e a amaneira como tais concessões vem sendo feitas pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

A reunião, em conjunto com a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), faz parte do ciclo de audiências que tem por objetivo subsidiar o aperfeiçoamento da legislação e as políticas públicas para a aviação civil.

O senador paraibano e os demais integrantes da subcomissão receberão o presidente da Associação Brasileira de Aviação Geral, Ricardo Nogueira; o superintendente do Sindicato Nacional das Empresas de Taxi Aéreo, Fernando Alberto dos Santos; o presidente da Associação Brasileira de Táxis Aéreos, Milton Arantes Costa; e o diretor jurídico da Infraero, Francisco José de Siqueira.

O parlamentar acredita que até fevereiro do próximo ano, a Comissão terá em mãos, o relatório final, contendo os principais problemas enfrentados pela aviação civil brasileira, bem como, apresentando sugestões para melhorar o setor. Desde fevereiro quando foi instalada, a subcomissão temporária da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI),  já realizou diversas audiências para debater os principais problemas do setor. As audiências públicas se estenderão até o final do ano.

Sob a presidência de Vicentinho Alves (PR-TO), e tendo como relator o senador paraibano Vital do Rêgo, o colegiado já discutiu impactos da expansão do tráfego aéreo, políticas para a indústria aeronáutica, planos estratégicos para a malha aeroviária, aviação regional e segurança de voo, entre outros temas.

O relatório parcial da subcomissão já mostra a insatisfação das empresas em relação à clareza das regras para investimentos e ainda a necessidade de inovação e de mais comunicação entre os diferentes órgãos envolvidos com a aviação para minimizar os impactos negativos ao consumidor de serviços aéreos.

Ampliação dos recursos – Vital do Rêgo, garantiu que já vem articulando com a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, a maior quantidade de recursos possíveis para o Estado dentro do plano de investimentos de R$ 5 bilhões para os aeroportos regionais apresentado nesta semana pelo governo federal.

Em audiência realizada recentemente, o senador paraibano solicitou pessoalmente do Superintendente da Infraero no Nordeste, Fernando Nicácio, a ampliação da pista do aeroporto. Conforme relatou Vital, a última reforma no aeroporto foi feita em 2004 e o equipamento já está necessitando de reestruturação devido a sua importância para a economia da Paraíba, particularmente de Campina Grande.

A ordem de serviço para a reforma do aeroporto já foi assinada.  A obra, orçada em R$ 9 milhões, irá recuperar a pista de pouso e decolagem, pista de táxi, além do sistema de drenagem superficial do local. Também estão previstos o nivelamento do balizamento luminoso, pavimentação de trecho de acesso à garagem de viaturas, sinalização horizontal das pistas e pátios e de recuperação do pavimento de concreto do pátio do terminal de voos. Obras começam ainda este mês. “Fiquei muito feliz em saber que a reforma do aeroporto já é uma realidade”, comemorou o senador.

O superintendente regional da Infraero Fernando Nicácio, reconheceu o empenho de Vital em articular em Brasília a liberação dos recuros necessários para a obra. Ele ainda destacou que a previsão de conclusão de todo o canteiro de obras que será montado em no máximo dez dias é o mês de agosto do ano que vem. “Se não encontrarmos problemas com a chuva, que pode atrasar a obra, acredito que temos tudo para cumprir o prazo”, disse.

ILS e Terminal de Cargas – Vital defende a instalação um Terminal de Carga para o Estado. O projeto segundo ele seria prioridade da Infraero logo após a instalação o ILS que está em fase de instalação. Por ser um equipamento importante para a economia do Estado, particularmente de Campina Grande, o aeroporto Presidente João Suassuna, precisa segundo Vital de investimentos estruturais. Isso porque o fluxo de passageiros que embarcam e desembarcam no terminal tem crescido a cada ano, principalmente no período do Maior São João do Mundo.

Ele observou que o equipamento hoje opera com dois voos diários que saem lotados com a sua capacidade máxima que é de 144 passageiros. E a tendência é que o número aumente visto que o turismo de eventos tem crescido em Campina Grande. Além do mais o país está prestes a sediar a Copa do Mundo de 2014 que ocorrerá no mesmo período dos festejos juninos, o que deverá atrair mais turistas para a Rainha da Borborema.

Recentemente Vital anunciou que as obras de instalação do equipamento ILS para auxílio no pouso e decolagem de aeronaves no Aeroporto Presidente João Suassuna

A instalação do ILS, equipamento de auxílio a pousos e decolagens em condições climáticas adversas, foi iniciada no mês passado e tem previsão de ser concluída até o mês de março do ano que vem conforme garantiu o próprio superintendente da Infraero Fernando Nicácio.

 

ascom