João Pessoa 26/09/2018 04:54Hs

Início » Destaque » Corinthians vence o Atlético-MG e bota a mão na taça

Corinthians vence o Atlético-MG e bota a mão na taça

corinthians goleia galoMalcom abraça Love após um dos gols – () Daniel Augusto Jr. / Divulgação – Corinthians

BELO HORIZONTE Faltando agora cinco rodadas para o fim do Brasileiro, o Corinthians deu neste domingo um passo gigante para conquistar o hexacampeonato brasileiro, ao abrir 11 pontos de vantagem na liderança. Mesmo num Independência lotado, o time comandado por Tite e liderado em campo por Jadson venceu o vice-líder Atlético-MG por 3 a 0 e pode ser campeão já no sábado, quando vai receber, no Itaquerão, o Coritiba.

Se vencer novamente, e o Galo não ganhar do Figueirense, domingo, Jadson e companhia vão erguer o título antecipado.

Apesar da festa antecipada (e merecida), o discurso no elenco paulista é de tentar controlar a euforia:

— Temos ainda cinco jogos, mas demos um passo importante nesse jogo, era um divisor de águas — disse Vágner Love.

Antes de a bola rolar, houve um princípio de confusão nos arredores do Independência. No gramado, Tite (ex-técnico do Galo) foi hostilizado pela torcida anfitriã e chegou a ser alvo de cusparadas.

Com a bola rolando, no primeiro tempo, o Atlético-MG foi com tudo à frente, oferecendo ao líder do Brasileiro o contra-ataque.

E a equipe mineira só não abriu o placar na primeira etapa graças a Cássio. Aos 24,seis minutos após Pratto não alcançar um cruzamento na pequena área, o atacante argentino, desequilibrado, bateu no contrapé e o o camisa 12 do Timão fez a defesa. Quatro minutos depois, ele um gol olímpico de Dátolo. aos 45, Giovanni Augusto mandou de voleio e lá estava o goleiro da seleção.

A melhor chance do time paulista no primeiro tempo surgiu aos 21, quando Renato Augusto lançou Malcom, que chutou para ótima defesa de Victor.

Com o rival sem a mesma força do primeiro tempo, o virtual hexacampeão brasileiro voltou bem melhor para a etapa decisiva, quando brilhou a estrela de Jadson. O placar foi aberto aos 27, numa mostra da versatilidade do time de Tite. O zagueiro Felipe, como um autêntico lateral, cruzou da direita, a zaga tirou mal, Jadson pegou o rebote e cruzou para Malcom, de cabeça, no contrapé de Victor, abrir o placar.

E a torcida corintiana gritou ‘é campeão’ três minutos depois, quando Vagner Love recebeu de Jadson, driblou Edcarlos e tocou sem chances para o goleiro atleticano.

Ainda tinha mais. Aos 39, Love lançou Renato Augusto, que cruzou da direita e Lucca, de voleio, fez o terceiro.

SANTOS VOLTA AO G-4

Na Vila Belmiro, numa reedição da última final do Campeonato Paulista e num aperitivo para a decisão da Copa do Brasil, o Santos venceu o Palmeiras por 2 a 1. Thiago Maia e Ricardo Oliveira marcaram para os donos da casa, e Dudu descontou.

O Globo