João Pessoa 16/08/2018 06:10Hs

Início » Destaque » Alunos da Faculdade Maurício de Nassau visitam o Tribunal de Justiça da Paraíba

Alunos da Faculdade Maurício de Nassau visitam o Tribunal de Justiça da Paraíba

alunos da nassauCerca de 25 alunos do 3º ao 5º período do Curso de Direito da Faculdade Maurício de Nassau, em João Pessoa, conheceram nesta quinta-feira (19) as dependências do Tribunal de Justiça da Paraíba e puderam tirar dúvidas sobre o funcionamento de seus órgãos. A visita ocorreu dentro do Projeto “Conhecendo o Judiciário”, coordenado pelo desembargador Leandro dos Santos.

O Magistrado tem, inclusive, feito convite à escolas e universidades a fim de aproximar a sociedade da Justiça paraibana. Na oportunidade, Leandro dos Santos respondeu a várias indagações dos presentes, envolvendo questões sobre os problemas estruturais do judiciário, a morosidade a ela atribuída, no que esclareceu sobre verdades e mitos envolvendo a justiça e partilhou sobre sua carreira profissional, como alcançou este cargo e sua preparação.

DSC_5512

Na oportunidade, os ouvintes da graduação se reuniram na Sala de Sessões do Tribunal Pleno e, depois, passaram pelas Câmaras, visitaram a 1 Câmara Cível, 2º Seção Especializada, Museu e a Cripta de Epitácio Pessoa.

O coordenador do Núcleo de Práticas Jurídicas da faculdade, Antônio Ricardo Rocha, agradeceu em nome da instituição a iniciativa do TJPB e destacou a importância do projeto para todos os alunos. “Sabemos que através deste trabalho, os futuros graduados adquirem conhecimentos sobre o funcionamento judiciário com antecedência, antes de lidar com a prática jurídica”, ressaltou o coordenador.

A aluna Risonete Mendença, do 5º período da instituição de ensino, afirmou que não conhecia o funcionamento e as outras informações sobre o judiciário. “Estou surpreendida com o projeto, pois eu poderia ter tido acesso ao funcionamento jurídico e não sabia que tudo era tão simples”.

No fim da visita, o desembargador agradeceu a presença dos alunos e realizou uma foto oficial na escadaria do prédio-sede do Tribunal, denominado Palácio da Justiça. “Tenho a certeza que todos os alunos saíram extremamente satisfeitos, com conhecimentos sobre o funcionamento da Casa de Justiça”, destacou.

Por Vinicius Nóbrega (estagiário)