João Pessoa 28/05/2018 01:16Hs

Início » Destaque » Após ataques de Ricardo, Cartaxo se defende: ‘não sou doido de negar empresa gerando empregos’

Após ataques de Ricardo, Cartaxo se defende: ‘não sou doido de negar empresa gerando empregos’

Nesta quinta-feira (14), o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), explicou o motivo de não ter participado da reunião organizada pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) para discutir o imbróglio em torno da instalação da empresa Ferreira Costa Home Office, que teve suas obras embargadas pela PMJP.

“Eu tenho agenda, né? Tá chegando o final do ano e eu tive a alegria de estar no encerramento do ano letivo em uma das escolas municipais da capital, convidado por alunos e professores”, explicou durante entrevista concedida ao programa Rádio Verdade, da Arapuan FM.

O gestor exaltou que a empresa, que comprou dois terrenos em João Pessoa e um em Cabedelo, decidiu se instalar na capital por conta da competitividade da cidade, apesar da crise financeira enfrentada pelo país, e pelas garantias trazidas para quem respeita suas leis. Cartaxo, porém, afirmou: “essa cidade tem regras que precisam ser respeitadas”.

“Qual é o gestor do Brasil que seria louco de dizer que não quer uma empresa que vai gerar quinhentos empregos. Só que tem que respeitar a legislação, tem que seguir as leis. Recebemos o projeto inicial de 13 mil m² e depois disseram que tinham comprado outro terreno para ampliar para 30 mil m²”, contou.

De acordo com Cartaxo, a empresa apresentou toda a documentação necessária para o primeiro terreno, incluindo os da aeronáutica, pela proximidade com o aeroclube, mas ainda não apresentou os atestados para o segundo terreno. “É isso que está impossibilitando eles de se instalarem porque até hoje não apresentaram os documentos necessários”.

Yves Feitosa/Fernando Braz