João Pessoa 25/05/2018 00:51Hs

Início » Destaque » Após tiroteio, polícia mata criminoso e prende outro por ataques a banco em CG

Após tiroteio, polícia mata criminoso e prende outro por ataques a banco em CG

Um homem foi preso e dois estão foragidos após o tiroteio

revolver metralhadoraUm trabalho realizado em conjunto pelas Polícias Civil e Militar desarticulou uma quadrilha suspeita de roubos a instituições financeiras na região de Campina Grande, na madrugada dessa sexta-feira (19). A ação aconteceu na saída da cidade de Queimadas, quando durante a abordagem as equipes do Grupo de Operações Policiais (GOE) da Polícia Civil e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar foram recebidos com vários disparos de arma de fogo. O suspeito Rafael Ernane Lucena foi morto, Antonio da Costa Neto foi preso em flagrante, e outros dois estão foragidos, sendo que um deles está ferido.

De acordo com o delegado do GOE, Állan Terruel, o bando está diretamente envolvido em casos de explosões de agências bancárias em cidades da Paraíba, principalmente na região de Campina Grande. “Tanto a Polícia Civil, por meio do GOE, quanto a Polícia Militar, com o GATE, estão empenhados em coibir esse tipo de crime contra instituições financeiras. Nosso trabalho está focado em identificar quadrilhas que estejam realizando explosões, ataques diversos contra as agências bancárias na Paraíba e essa ação desta sexta-feira mostra bem isso, com investigação e repressão qualificada”, disse a autoridade policial.

Durante a ação policial, foram apreendidos dois veículos e três armas de fogo (revólveres calibre 38). O suspeito Antônio da Costa Neto foi preso em flagrante delito e responderá pelo crime de associação criminosa, além de ser investigado por assaltos a bancos. Ele permanecerá na Central de Polícia Civil, no bairro do Catolé, em Campina Grande, aguardando as decisões da Justiça.

Da Redação com assessoria