João Pessoa 27/05/2018 11:52Hs

Início » Destaque » Artesão é assassinado a pedradas e tem parte do corpo incendiado na Paraíba

Artesão é assassinado a pedradas e tem parte do corpo incendiado na Paraíba

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Ariosvaldo Adelino, que investiga o crime, a vítima foi vista durante toda a quarta (26) consumindo bebida alcoólica na cidade com dois homens

ARTEZÃO MORTO A PEDRADAO corpo do artesão Edmilson Gonçalves, 49 anos, foi encontrado com a cabeça e tórax queimados  na manhã desta quinta-feira (27), na zona rural da cidade de Taperoá, no Cariri do estado. Um homem foi detido suspeito do crime.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Ariosvaldo Adelino, que investiga o crime, a vítima foi vista durante toda a quarta (26) consumindo bebida alcoólica na cidade. Edmilson estava na companhia de dois homens.

“A vítima passou toda a quarta ingerindo bebida alcoólica na área urbana de Taperoá e quando anoiteceu foi para o sítio Lagoa dos Marrecos, na companhia de dois homens. Horas depois, o corpo do artesão foi encontrado com a parte queimada. Ele foi assassinado em decorrência de uma pedrada no rosto e depois atearam fogo. Recebemos informações extra-oficiais que Edmilson era usuário de drogas”, confirmou o delegado.

O policial ainda confirmou que um homem foi detido para averiguação. “Um dos homens que passou o dia com a vítima foi detido. Ele pode ter participado do crime ou levar ao autor do assassinato. Estamos em diligência para elucidar o homicídio”, finalizou Ariosvaldo Adelino.

O corpo foi levado para ser periciado no Instituto de Medicina Legal ( IML) da cidade de Campina Grande, no Agreste do estado.