João Pessoa 14/08/2018 08:45Hs

Início » Destaque » Câmara de João Pessoa será adaptada para abrigar 27 vereadores

Câmara de João Pessoa será adaptada para abrigar 27 vereadores

87061243-99e3-4e06-b741-0a5a552ac12a_media_.jpgA versão 2013 da Câmara Municipal de João Pessoa será entregue no próximo dia 20 de janeiro, dez dias antes do fim do recesso parlamentar. O prédio que sedia o Legislativo Municipal será adaptado para receber os 27 vereadores eleitos, seis a mais que na atual legislatura. Além disso, serão necessárias mudanças específicas para receber um parlamentar muito especial: o vereador Santino, que possui apenas 1,08 metros de altura.

A dúvida existia desde que a legislação para aumentar o número de vereadores na Capital foi aprovada. Como organizar o trabalho de 27 parlamentares em um prédio sem a estrutura adequada e repleto de anexos? O tema, no entanto, nunca pareceu assustar o presidente da Casa, Durval Ferreira (PP). Já garantido para um próximo mandato, ele anunciou a data da conclusão da sobras e quais reparos serão feitos para suportar os novatos.

As soluções passam longe de uma reestruturação da Câmara, e funcionarão de fato como medidas de urgência. As idéias são básicas. A Casa ganhará mais sete gabinetes, sendo três deles montados em salas já existentes, e que hoje comportam setores administrativos. Os outros quatro serão construídos. “Vamos erguer as novas salas ao lado do setor legislativo da Câmara”, explicou Durval.

O plenário da Casa, que hoje possui 23 lugares (cinco deles na Mesa Diretora), também passarão por alterações pontuais. “Vamos acrescentar mais cadeiras no plenário e isso vai resolver o problema da demanda”, garantiu. O sucesso das mudanças só poderá ser avaliado pelos próprios vereadores, que vão tomar posse no dia primeiro de janeiro e dar início às atividades no primeiro dia do mês de fevereiro.

Gabinete com facilidades

Quando projetou as mudanças para a Câmara, Durval não contou que outras adaptações seriam necessárias. Elas apareceram com o resultado do primeiro turno das eleições, quando foi certificada a vitória do vereador Santino, que possui uma forma rara de nanismo e tem apenas 1,08 metros de altura. Para que a Casa atenda ao seu tamanho, alguns fatores foram pensados.

A primeira medida é facilitar o acesso ao gabinete. Para evitar que ele precise subir escadas, o presidente já determinou que sua sala fique localizada no térreo. “Vai ser um gabinete de acesso fácil e que também deverá receber as adaptações necessárias para que ele use de forma confortável e adequada”, explicou.

No plenário, o parlamentar também precisará ter uma boa estrutura para acompanhar e participar dos debates e votações. “A cadeira dele será diferenciada e vai contar com uma altura que garanta sua visibilidade e o uso do microfone”, explicou. A maior dificuldade estaria no uso do púlpito, mas algumas saídas foram pensadas. “Vamos tentar colocar uma banca para ele subir, ou uma espécie de escada”, complementou.

Santino pareceu estar satisfeito com as mudanças. De acordo com ele, as adaptações foram discutidas com o presidente e devem ser suficientes para que ele possa exercer o seu mandato. “Acompanhei o projeto e tenho estado em contato com Durval. Tenho certeza que tudo estará pronto para que possamos realizar um bom trabalho pelo povo de João Pessoa”.

Fonte: Jornal Correio