João Pessoa 26/05/2018 08:01Hs

Início » Câmara em foco » Câmara de Santa Rita conclui ciclo de audiências Públicas da LDO com secretários e a sociedade.

Câmara de Santa Rita conclui ciclo de audiências Públicas da LDO com secretários e a sociedade.

Farias ldoA Comissão de Constituição Justiça de Obras e Finanças da Câmara de Santa Rita concluiu nesta quarta-feira (22), o ciclo de debates referente à Lei de Diretrizes Orçamentária – LDO para o exercício de 2017. A discussão se estendeu para todas as secretarias com a participação da sociedade. O presidente da comissão o vereador Severino Farias (PDT) abriu o espaço para os vereadores e os interlocutores com prazo determinado para acatar as emendas a peça até dia (28), pelos quais será votada em primeiro turno no dia 30 e em segundo turno 12 Julho.

O presidente da Comissão Constituição Justiça Orçamento e Finanças da Câmara de Santa Rita, vereador Farias (PDT) afirmou muito positivo a discussão entre os vereadores com a participação da sociedade com a apresentação de cada peça em relação aos investimentos para o exercício de 2017, haja vista, que estamos preocupados com as emendas para um 2017 melhor, diferente destes quatro anos desde que haja boa vontade do futuro gestor que com muito zelo vamos deixar tudo na LDO e vamos amarrar no orçamento suas emendas para que o município volte a crescer, afirmou vereador Farias.

Já para o relator da Comissão de Constituição Justiça Orçamento e Finanças o vereador Joselito Carneiro (PSB) disse que ás audiências foram muito produtivo, a discussão se estendeu entre os vereadores, secretários e a sociedade que a partir de segunda-feira (27) continuarei na secretaria da casa de Antonio Teixeira para acatar as emendas a LDO para inclusão das mesmas ao orçamento de 2017. O relator Joselito Carneiro disse ainda que após receber as emendas vai proferir o relatório para apreciação dos parlamentares e lamentou do poder executivo a falta de interesse de uma peça orçamentária mais arrojada e trabalhada e revelou também que as emendas serão apreciadas com muito cuidado a peça para que não haja choque como aconteceu ao orçamento de 2016 que as emendas foram obrigada a serem retiradas por que retiravam as dotações orçamentárias de uma secretaria inviabilizando a gestão, vamos trabalhar a peça para que o futuro prefeito tenha liberdade para trabalhar a vontade e desenvolver o município s em nenhum atropelo, enfatizou o relator Joselito Carneiro.

Lamartine do Vale.