João Pessoa 28/05/2018 01:29Hs

Início » Câmara em foco » Câmara Municipal mobiliza empresários na discussão da qualidade do transporte urbano de Santa Rita

Câmara Municipal mobiliza empresários na discussão da qualidade do transporte urbano de Santa Rita

IMG_20150318_102644009[1]A Câmara de Santa Rita mobilizou os empresários de transporte urbano, representante da prefeitura e a sociedade do município de Santa Rita. Em sessão especial nesta quarta-feira (18), no plenário da casa de Antônio Teixeira, que teve como meta discutir a qualidade e quantidade do transporte urbano de Santa Rita, o qual no final da sessão foi protocolado um documento para apresentar as reivindicações dos empresários na questão do transporte urbano municipal.

A propositura de autoria do vereador Célio Rufino (PTC) participou da mesa de debates com o presidente Anésio Miranda (PSB) e Max dos Santos coordenador de Trânsito da prefeitura, vereadores Waldercy Lucindo, Paulo Martins, Vanda Vasconcelos e Sebastião do PT, além dos empresários de ônibus, associações das empresas, Ong’s, conselho Municipal e a sociedade.

Para o empresário Marcone Oliveira no setor público que adquiriu uma empresa há apenas um ano afirmou que a sessão foi positiva que já era esperada essa sessão que mostramos as dificuldades das empresas sendo elas prioridades como a tarifa, infraestrutura e mobilidade urbana para que as empresas deixem de operar praticamente no vermelho, e levar melhores condições ao usuário, “somos cobrados na ruas más o poder público esqueceu suas obrigações para com os empresários e com o serviço que prestamos precisamos de um realimento de tarifa que desde 2009”não possui realinhamento, “se na cidade de Santa Rita fosse repassados os aumentos da tarifa na capital, talvez não estávamos nessa situação que hoje se encontram hoje debatendo aqui soluções, é preciso bom senso, para o cumprimento das obrigações com a prestação do serviço”, justificou o empresário Marcone Oliveira.

“É fácil cobrar da empresa sem conhecimento”. Disse o empresário referindo-se ao usuário e ao poder público, “investimos na frota de ônibus, sistemas de câmeras para garantir mais segurança e comodidade ao usuário, com aumento de combustível e insumos em geral estamos sem condição de operar pelos investimentos acima de quase 1 milhão pela empresa adquirida, há um ano que fui a prefeitura com uma planilha e não obtivemos respostas e essa sessão foi oportuna no momento certo em o combustível em alta com a crise afetada precisamos de uma solução para prestar um bom serviço”, explicou o empresário.

O autor da Sessão especial Célio Rufino disse está preocupado entre ambas as partes mesmo reunindo com as partes envolvidas inerentes ao transporte público buscando melhoria na infraestrutura, na qualidade dos abrigos, quantidade de veículos, mobilidade urbana, acessibilidade ao portador de deficiência, por onde trafegam e a expansão de novas vias e do lado empresarial que desde 2009 não é realinhada a tarifa.

“A geografia do município não é mais a de dez (10) anos a trás, temos três (3) empresas e nenhuma possui acesso ao portador de deficiência, haja vista que Santa Rita cresce com novos loteamentos e devido a grande demanda o que foi discutido será encaminhado ao prefeito e ao ministério público para acompanhar a execução das reivindicações, pelos quais foi focado na sessão a qualidade e quantidade os quais foi revelado pelo coordenador de Trânsito da prefeitura Max dos Santos, que possui recurso R$ 250 mil em caixa para investir na cidade”, frisou Célio.

O presidente da Câmara Municipal disse que a discussão foi bastante produtiva que é um segmento que vem defasado no município que preocupa na qualidade deste serviço no que tange o transporte de passageiros, buscar soluções e inovações no setor, os quais foi assinado um documento que será apresentado ás demandas ao prefeito de ambas as partes, haja vista o coordenador da prefeitura na sessão garantiu que a Avenida Flávio Ribeiro Coutinho será dentro dos próximos dias mão única e que está sendo realizada uma licitação para instalação de um semáforo, principalmente na qualidade anel viário que trás prejuízo não só as empresa e a toda sociedade em geral, o qual será construído uma planilha que será discutida com a prefeitura realinhar as tarifas adequando o transporte urbano no município, concluiu Anésio Miranda.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.