João Pessoa 19/08/2018 17:47Hs

Início » Destaque » Caso Raymundo Asfora vai a júri nesta quinta em Campina Grande

Caso Raymundo Asfora vai a júri nesta quinta em Campina Grande

Vinte e cinco anos após a morte de Raymundo Yasbeck Asfora, o caso, que gerou inúmeros desdobramentos jurídicos, pode chegar ao fim amanhã, 13 de dezembro. Os réus do caso “Asfora”, como ficou conhecido, serão julgados a partir das 9h desta quinta-feira, no 2º Tribunal do Juri do Fórum Afonso Campos, em Campina Grande.

Asfora morreu no dia 6 de março de 1987, nove dias antes de ser empossado como vice-governador da Paraíba. O político foi encontrado morto em sua residência, na granja Uirapuru, bairro de Bodocongó, em Campina Grande. Na época, o júri entendeu que Raymundo Asfora teria cometido suicídio e absolveu os suspeitos. Gilvanete Vidal de Negreiros Asfora, viúva da vítima e o fotógrafo Marcelo Marcos Silva foram apontados como autores do crime, juntamente com o caseiro João da Costa, que morreu.

Para o julgamento de amanhã, o Ministério Público Estadual intimou ainda a presença dos peritos criminais Domingos Techetto, especialista em balística, e Genival Veloso de França, professor de Medicina Legal, pelo fato deles terem apresentado laudos periciais se contrapondo aos já existentes no processo.

click pb