João Pessoa 18/06/2018 02:24Hs

Início » Destaque » Charliton desautoriza Peron, mas é contrariado por Cartaxo

Charliton desautoriza Peron, mas é contrariado por Cartaxo

prefeito cartaxo 1O presidente estadual do PT Charliton Machado, voltou a descartar qualquer possibilidade de aliança entre o PT e o PSDB paraibano, desautorizando assim, Peron Japiassú a fazer qualquer tentativa de aproximação com o ninho tucano em Campina Grande.

Citando a orientação da direção nacional, ele disse que não há espaço para alianças com essas duas legendas que fazem oposição ao Governo petista. O presidente estadual do PT ressaltou que apesar dos debates referentes as políticas de alianças e a tática eleitorais para o processo eleitoral serem iniciados e conduzidos pelos municípios, caberá as instâncias superiores dá a palavra final, se acata ou não as propostas apresentadas por quem está no comando na esfera municipal. “ Hoje é quase impossível o PT celebrar aliança com o PSDB para disputar as eleições do próximo ano em João Pessoa e Campina Grande. Essa questão está praticamente definida, apesar de contarmos com algumas lideranças do PSDB no Governo de Luciano Cartaxo, em João Pessoa, desde o início, isto não significa aliança com o partido, mas com indivíduos”, comentou o presidente do PT.

Só que contrariando o cenário nacional e estadual, o prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo afirmou ontem (02) em entrevista que uma aliança com o PSDB não está descartada. Apesar de recentemente o presidente do PT na Paraíba, Charliton Machado, ter descartado peremptoriamente a possibilidade de coligação do partido com o PSDB e o DEM para as eleições do próximo ano em todo Estado o prefeito pessoense tem outra opinião.

“Vamos afunilar mais esse processo no ano que vem, mas eu não fecho portas para ninguém. Faço política somando e tenho grandes amigos na Câmara Municipal. O cenário nacional é completamente diferente do municipal. O PSDB já está no nosso governo. Temos três vereadores na nossa base de apoio e o PSDB faz parte da nossa gestão. Eu sempre busco fazer política somando, dialogando, por isso, mesmo com a divergência no cenário nacional, temos três vereadores do PSDB dando suporte a nossa gestão”, afirmou Cartaxo.

Ele lembrou que o PSDB tem contribuído para a gestão tucana na capital desde o inicio da gestão.

“O PSDB está conosco desde o início do governo e tem colaborado com a nossa gestão, mas a composição de alianças é um tema para ser discutido só ano que vem. Agora, eu sempre procuro fazer política dialogando e somando, isso é muito importante. Porque mesmo tendo essa divergência enorme no plano nacional, o PSDB nos dá suporte no legislativo municipal”, explicou.

O prefeito disse ainda que prefere acompanhar o cenário político para começar o processo de maneira mais afunilada a partir de janeiro, mas que não fecha as portas para ninguém e que sempre teve bom relacionamento com os tucanos.

Pensando também como Cartaxo o presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Campina Grande, Peron Japiassu avaliou recentemente que se o PSDB apoiar a reeleição de Luciano Cartaxo, a legenda pode retribuir a coligação com Romero.

Severino Lopes

PBAgora