João Pessoa 18/08/2018 17:59Hs

Início » Destaque » Continuam foragidos dois detentos que usaram corda para fugir de presídio da Capital

Continuam foragidos dois detentos que usaram corda para fugir de presídio da Capital

Segundo a Seap, um dos foragidos é conhecido como "peleca" e foi condenado a36 anos de prisão por homicídio. O outro fugitivo é chamado de catê, condenado a oito anos por estupro

fugitivos silvio portoContinuam foragidos os dois detentos que conseguiramfugir do Presídio Silvio Porto, na madrugada do dia 20 de julho, no bairro de Mangabeira, Zona Sul de João Pessoa. Os fugitivos respondem por homicídio e estupro e fugiram após escalar o muro.

Um dos presos que fugiram é Ednaldo da Silva Rodrigues, apelidado de ‘peleca’, condenado a 36 anos e oito meses de prisão por homicídio. Já o outro fugitivo é Fernando Oliveira de Brito, conhecido como ‘catê’, ‘neguinho’ ou ‘bombado’, condenado a oito anos por estupro.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap), os detentos conseguiram fugir da unidade prisional usando uma corda feita de tecido, conhecida como ‘Tereza’.

Além dos dois homens que ainda estão foragidos, outros dois presos haviam tentado fugir do mesmo modo, mas foram impedidos por agentes penitenciários.

Portal Correio