João Pessoa 21/06/2018 10:05Hs

Início » Destaque » Deputados da oposição votam contra MP que congela salários do funcionalismo

Deputados da oposição votam contra MP que congela salários do funcionalismo

tovar oposição mpOs deputados Tovar Correia Lima (PSB), Raniery Paulino (PMDB) e Arnaldo Monteiro (PSC) votaram contra aos pedidos de urgência e relevância da Medida Provisória do governo do Estado, que trata da suspensão do reajuste salarial dos servidores do Estado.

A matéria chegou a ser apreciada na sessão desta quarta-feira (24), na Comissão de Constituição e Justiça, mas vai voltar para ser apreciada ainda na Comissão de Administração presidida pelo deputado Anísio Maia (PT), que não se pronunciou sobre o assunto.

O deputado Tovar disse ter votado contra porque a matéria não precisa de nenhuma urgência e relevância no Legislativo, uma vez que, é uma MP que não beneficia o servidor.

“O mesmo governador que editou uma lei em 2012 criando uma data base para os servidores é o mesmo que rasga a lei. Eu votarei contra “, disse.

Conforme o deputado, enquanto que em Campina Grande o prefeito Romero Rodrigues cortou da própria carne para poder dar aumento aos professores de 11,36%, o governador Ricardo Coutinho (PSB) incha a folha com codificados e comissionados tentando tirando dos servidores efetivos um direito líquido e certo.

Tovar frisou ainda que o Estado não pode parar em detrimento de uma crise que é nacional e que o problema tem que ser enfrentado, mas o governo do Estado não quis afrontar o problema no ano passado, quando anunciada a crise no país inteiro, e não sentou em uma mesa para tentar prever o que poderia acontecer.

“A pior crise é aquela que não se admite e o governo do Estado não admitiu desde o ano passado e, hoje, sofre graves consequências por conta de não ter tomado atitudes em 2014 e, sobretudo, em 2015 para que esse ano pudesse colher os frutos, que não serão colhidos, e os servidores não poderão pagar esse pato”, avaliou.

Paraíba Online