João Pessoa 25/06/2018 06:20Hs

Início » Câmara em foco » Durval reage com ironia a intenção da oposição de judicializar pedido para instalar CPI da Lagoa

Durval reage com ironia a intenção da oposição de judicializar pedido para instalar CPI da Lagoa

durval-2Durval Ferreira promete uma decisão sobre pedido de CPI da Lagoa (Foto: Walla Santos)

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Durval Ferreira (PP), reagiu com ironia à intenção da bancada de oposição da Casa de procurar a Justiça para instalar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar suposta denúncia de superfaturamento de quase R$ 10 milhões em obras de revitalização do Parque Sólon de Lucena (Lagoa) realizadas pela Prefeitura de João Pessoa.

“Quem tem boca diz o que quer. Quem tem vontade faz o que quer”,  disparou Durval Ferreira ao ser questionada  sobre a possibilidade de judicialização para instalar a CPI, cujo pedido foi protocolado desde  o último dia 8.

O presidente da Câmara lembrou que quatro pedidos instalações de CPIs  encontram-se aguardando parecer da Procuradoria Jurídica da Casa. “Nós temos tempo para definir, não podemos nos precipitar”, disse Durval Ferreira que prometeu para breve uma definição.

Ontem,  o vereador Renato Martins (PSB) explicou que a peça judicial foi concluída e acusou o presidente da Câmara  de procrastinar e de manobrar para atrasar a instalação da CPI.

A oposição ao prefeito Luciano Cartaxo (PSD) na Câmara protocolou o pedido de CPI com base no relatório da Controladoria Geral da União que aponta diversas irregularidades nas obras da Lagoa.

ClickPB