João Pessoa 25/06/2018 03:52Hs

Início » Destaque » Enquanto RC defende volta da CMPF, Ruy Carneiro critica retorno do imposto

Enquanto RC defende volta da CMPF, Ruy Carneiro critica retorno do imposto

Deputado afirma que população não admite mais imposto no Brasil

ruy carneiro cpmfO deputado federal Ruy Carneiro (PSDB) se posicionou contra o retorno da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), como foi defendido pelo governador Ricardo Coutinho (PSB), na última sexta-feira (05). Segundo Ricardo, os Estados precisam de mais recursos para se investir em Saúde, mas ressaltou que a questão deve ser trada pelo Congresso Nacional.

“Eu acho que independentemente do nome que se dê, se vai criar ou não uma nova contribuição, a saúde precisa de mais investimentos. A partir deste raciocínio de que precisa de mais investimentos é preciso que o Congresso Nacional se expresse, mas essa não é uma questão de governo A ou B”, afirmou.

No entanto, nesta segunda-feira (05), Ruy Carneiro ressaltou que a população não admite mais imposto. “A CPMF foi sepultada pelo Congresso a pedido da população. Existe outras fórmulas de investir mais na saúde: primeiro dentro do orçamento privilegiando a saúde; e segundo fazendo boa gestão, onde se consiga ser mais eficiente e conseqüentemente gastar menos”, declarou.

O deputado sugeriu que os governos Federal e estadual “enxuguem” a estrutura administrativa.

“No Brasil e na Paraíba as estruturas de governo são exageradas. Existem formas de economizar em vários lugares e eleger prioridades. Temos que acabar a cultura de que pra investir mais tem que criar um novo imposto. Essa não é a cultura dos países desenvolvidos”, destacou.

Ruy lembrou que o Brasil já conta com 39 impostos, o que, para ele, é fora do normal. “O Palácio do Planalto tem mais ou menos 10 vezes o número de funcionários da Casa Branca. Aí se fala sempre em criar mais uma coisa e aumentar mais outra”, comentou.

 

MaisPB