João Pessoa 26/05/2018 06:21Hs

Início » Destaque » Ex-vice-prefeito do PT e testemunha da Lava Jato é morto a tiros

Ex-vice-prefeito do PT e testemunha da Lava Jato é morto a tiros

Polícia não exclui linhas de investigação - Vieira ia comprar carro blindado

Polícia Federal

O político foi denunciado na 47ª fase da Operação Lava Jato por ter sido sócio de 1 ex-gerente da TranspetroAgência Brasil

A polícia analisa imagens de câmeras de segurança que podem ter flagrado o assassinato de José Roberto Soares Silva, denunciado na  49ª fase da Operação Lava Jato. O político teria ajudado investigadores com informações para rastrear pagamentos de propina ligados à Transpetro.

Vieira é ex-vice-prefeito pelo PT da cidade de Ourolândia (BA). Ele foi morto na manhã de 4a feira (17.jan.2018) por 1 homem ainda não identificado. A vítima estava na porta de sua transportadora, em Cadeias, na região metropolitana de Salvador.

Segundo a polícia, Vieira já temia por sua vida: ele havia acabado de deixar o carro em uma concessionária para comprar outro, blindado.

O homem que disparou contra o empresário havia passado pela transportadora nos 3 dias anteriores. Agora, a polícia irá ouvir testemunhas. “Não descartamos nenhuma linha de investigação”, disse, em nota, a delegada Maria das Graças, responsável pelo Caso.

Na denúncia da Lava Jato, da 47fase, o principal acusado é José Antonio de Jesus, ex-gerente da Transpetro e que havia sido sócio de Vieira em uma transportadora. Ele foi acusado de negociar R$ 7,5 milhões de propina com a estatal.

Poder 360