João Pessoa 16/07/2018 19:45Hs

Início » Destaque » Fred revela bastidores da seleção brasileira e confirma torcida do grupo por Hulk

Fred revela bastidores da seleção brasileira e confirma torcida do grupo por Hulk

Fred contou que os jogadores torceram para o atacante paraibano fazer o gol do título. Pelo que trabalhou pela equipe

3d4879cfa3b6d476e02fdf378c5689d9_201307021050140000004524O atacante Fred foi o convidado do programa Bem, Amigos, do Sportv, nesta segunda-feira (1º). Ele manteve o seu característico estilo franco ao falar sobre a conquista da seleção brasileira na Copa das Confederações. O camisa 9 contou histórias dos bastidores dos comandados do técnico Luiz Felipe Scolari, com direito a “bronca” que levou do coordenador-técnico Carlos Alberto Parreira, palavras emotivas do goleiro Julio Cesar e torcida do grupo pelo atacante paraibano Hulk antes da final contra a Espanha.

Fred foi o artilheiro da Copa das Confederações, ao lado do espanhol Fernando Torres, com cinco gols marcados. Só que o centroavante da Espanha ficou com a Bola de Ouro por ter chegado a essa marca em menos tempo que o brasileiro.

Fred ficou os dois primeiros jogos da competição sem balançar as redes e viu seu reserva imediato, Jô, marcar em ambas as oportunidades – contra Japão e México. Defendido por Felipão, o atacante fez valer a aposta do treinador ao marcar cinco vezes nas últimas três partidas, sendo que contra as poderosas Espanha e Itália ele anotou dois gols em cada um dos jogos.

Confira algumas histórias de bastidores contadas por Fred:

Bronca de Parreira

Na hora que o bicho estava pegando, o Parreira me chamou de canto falou: não está legal, faz alguma coisa diferente, dá carrinho, cai para o lado. Você está muito ligado em ficar centralizado para fazer os gols. Só que ele falou de uma forma tão bacana que me incentivou.

Preleção de Julio Cesar

O Julio Cesar emocionou todo mundo quando disse que na Copa de 2010 sofreu muito, pensou até em encerrar a carreira. Ele foi para um time de pequeno para médio na Inglaterra. Ele pediu o apoio de todo mundo, para não deixar a oportunidade passar contra a Espanha. A galera saiu dali voando.

Torcida por Hulk e Oscar

A galera falou ali: o gol do título tem que ser do Hulk ou do Oscar, que estão merecendo pelo que trabalham para a equipe.

Primeiro gol contra a Espanha foi treinado

A imagem que eu tenho é do treinamento que a gente fazia. Me lembro como se fosse agora. O Felipão falava vira, vira, caía no Thiago Silva, que virava na ponta para o Neymar. O David Luiz virava no Hulk.

Bronca nos espanhois

Chegamos junto em cinco para não deixar crescer no Neymar. Não pode fazer bagunça aqui. O Maracanã é nossa casa.

Ingressos da final para os funcionários do Flu

Na média me disseram que ia só uns 20, mas foi mais de 50 [risos]. “O Fluminense é minha casa, minha família. Sou muito grato a todos.

 

Da Redação com Uol Esporte