João Pessoa 19/06/2018 10:13Hs

Início » Destaque » Galo da Madrugada dá boas-vindas ao Carnaval de Pernambuco

Galo da Madrugada dá boas-vindas ao Carnaval de Pernambuco

Um mar de gente saúda o maior bloco de Carnaval do mundo, que abre a festa do Momo no Sábado de Zé Pereira há 39 anos

galo da madrugadaFesta começa a ganhar fôlego nas primeiras horas desta manhã, com os foliões recebidos pelo Galo gigante, na Ponte Duarte Coelho

É o dia de as ruas do Centro do Recife ficarem tomadas por um mar de gente que saúda o maior bloco de Carnaval do mundo e que, há 39 anos, abre a festa do Momo no Sábado de Zé Pereira. Inspirado no dueto frevo e manguebeat, o Galo da Madrugada homenageia o cantor e compositor Chico Science, que completaria 50 anos este ano. A festa começa a ganhar fôlego nas primeiras horas desta manhã, com os foliões recebidos pelo Galo gigante, na Ponte Duarte Coelho, que liga o bairro da Boa Vista ao de Santo Antônio. Confeccionada pelo artista Sávio Araújo, a alegoria tem 27 metros de altura e faz referência aos homenageados do Carnaval do Recife: Maestro Forró, Clube Misto Pão Duro  e Maracatu Porto Rico, além de Chico Science.

O espetáculo ganha doses extras de energia quando cerca de 33 mil tiros de fogos de artifício são disparados, pontualmente às 9h, na abertura do desfile, que deve manter a média de 2 milhões de foliões. A primeira ala  sai da Travessa do Forte rumo ao Forte das Cinco Pontas e à Rua Imperial (sentido Praça Sérgio Loreto). A essa altura da festa, todas as alegorias, carros e trios estão  a postos para seguir o percurso de seis quilômetros  em mais de nove horas. A  concentração maior de público acontece nos bairros do Recife, Cabanga, São José, Santo Antônio, Coelhos, Coque e Boa Vista. Cerca de 30 trios e carros de apoio fazem todo o trajeto.

Tudo pronto para o Galo da Madrugada arrastar a multidão
LegendaAnteriores
PróximasÉ o dia de as ruas do Centro do Recife ficarem tomadas por um mar de gente que saúda o maior bloco de Carnaval do mundo e que, há 39 anos, abre a festa do Momo no Sábado de Zé Pereira. Inspirado no dueto frevo e manguebeat, o Galo da Madrugada homenageia o cantor e compositor Chico Science, que completaria 50 anos este ano. A festa começa a ganhar fôlego nas primeiras horas desta manhã, com os foliões recebidos pelo Galo gigante, na Ponte Duarte Coelho, que liga o bairro da Boa Vista ao de Santo Antônio. Confeccionada pelo artista Sávio Araújo, a alegoria tem 27 metros de altura e faz referência aos homenageados do Carnaval do Recife: Maestro Forró, Clube Misto Pão Duro  e Maracatu Porto Rico, além de Chico Science.

O espetáculo ganha doses extras de energia quando cerca de 33 mil tiros de fogos de artifício são disparados, pontualmente às 9h, na abertura do desfile, que deve manter a média de 2 milhões de foliões. A primeira ala  sai da Travessa do Forte rumo ao Forte das Cinco Pontas e à Rua Imperial (sentido Praça Sérgio Loreto). A essa altura da festa, todas as alegorias, carros e trios estão  a postos para seguir o percurso de seis quilômetros  em mais de nove horas. A  concentração maior de público acontece nos bairros do Recife, Cabanga, São José, Santo Antônio, Coelhos, Coque e Boa Vista. Cerca de 30 trios e carros de apoio fazem todo o trajeto.