João Pessoa 14/08/2018 08:43Hs

Início » Destaque » Governo do Estado assina ordem para licitação da Adutora Aroeiras-Gado Bravo

Governo do Estado assina ordem para licitação da Adutora Aroeiras-Gado Bravo

O secretário estadual de Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia (Serhmact), João Azevedo Lins, e o presidente da Companhia de Água e Esgotos do Estado da Paraíba (Cagepa), Deusdete Queiroga, assinaram, na manhã desta quinta-feira (4), na cidade de Aroeiras, a ordem para a abertura da licitação das obras do sistema adutor Aroeiras-Gado Bravo. A solenidade aconteceu na Câmara Municipal da cidade e contou com a presença de moradores da região, que esperavam há bastante tempo por este momento.

A adutora vai captar água da Barragem de Acauã e vai beneficiar aproximadamente 27 mil pessoas dos municípios de Aroeiras, Gado Bravo e dos povoados de Riachão, Boa vista e Novo Pedro Velho, onde será construída a Estação de Tratamento de Água (ETA). A obra recebe recursos próprios e do Governo Federal e está orçada em R$ 10.321.323,94.

Mais água – Em outubro de 2011, o Governo do Estado inaugurou a segunda e última etapa da Adutora do Congo, que possui extensão total de quase 138 quilômetros e leva água para cerca de 20 mil pessoas das cidades de Gurjão, São José dos Cordeiros, Parari, Livramento, Amparo, Prata e Ouro Velho. Na obra, foram investidos R$ 27,6 milhões, sendo R$ 7,1 milhões de contrapartida do Governo do Estado.

Já no mês de dezembro deste ano está previsto o início das obras da primeira etapa do sistema adutor Nova Camará, que vai contar com investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) na ordem de mais de R$ 62 mi. Duas estações de tratamento de água (ETA) serão construídas, uma em Alagoa Nova e outra no distrito de Cepilho. A adutora Nova Camará vai beneficiar as cidades de Alagoa Nova, Matinhas, São Sebastião de Lagoa de Roça, Lagoa Seca, Puxinanã,Remígio, Esperança e os Distritos de São Tomé, Campinote e Cepilho.

Está em processo de licitação a construção da Barragem de Pitombeira/Serra Grande, na qual serão investidos quase R$ 10 milhões com recursos do próprio Estado. A barragem vai acumular 3 milhões de metros cúbicos de água, que serão distribuídos para os 29 mil habitantes da cidade de Alagoa Grande.

Fonte: Secom-PB