João Pessoa 21/04/2018 07:24Hs

Início » Destaque » Juiz manda para penitenciária 18 acusados em fraude no IPM

Juiz manda para penitenciária 18 acusados em fraude no IPM

A operação foi deflagrada na manhã da quinta-feira (24), e, ao final do dia, o magistrado ouviu as 19 pessoas presas

Investigações realizadas pelo GAECO e pela Controladoria-Geral do Município de João Pessoa apontam que os investigados fraudavam a folha de pagamento do IPM (Foto: Divulgação)

O juiz Rodrigo Marques Silva Lima, titular da 6ª Vara Criminal da Capital, realizou as audiências de custódia da Operação Parcela Débito, que têm o objetivo de apurar suposto esquema fraudulento responsável por desvio de dinheiro do Instituto de Previdência do Município.

A operação foi deflagrada na manhã da quinta-feira (24), e, ao final do dia, o magistrado ouviu as 19 pessoas presas, encaminhando 18 para as penitenciárias, de acordo com o grau de instrução, e uma grávida para a prisão domiciliar.

A Operação Parcela Débito desmantelou uma suposta quadrilha responsável por fraudar a folha de pagamento do IPM de João Pessoa. A irregularidade vinha acontecendo desde 2012.

“Na operação, vale ressaltar o papel fundamental da Justiça, que expediu 22 mandados de busca e apreensão, 16 mandados de condução coercitiva e 20 mandados de prisão. Além disso, foi determinada a quebra do sigilo bancário, telefônico e fiscal dos envolvidos”, explicou o magistrado.

A investigação continua para apurar se há desdobramentos em outras cidades do estado. O Ministério Público deverá fazer a denúncia para seguimento do processo na Justiça.

ClickPB