João Pessoa 17/08/2018 09:10Hs

Início » Destaque » Manoel Júnior manda recado para vereador e diz que PMDB não vai tolerar dissidentes

Manoel Júnior manda recado para vereador e diz que PMDB não vai tolerar dissidentes

manoel dois 1O deputado federal e pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB) afirmou que o PMDB não irá tolerar que filiados ao partido declarem apoio a pré-candidaturas de outras legendas. Segundo ele, os dissidentes serão convidados a sair do PMDB. O recado foi direcionado ao único vereador do partido na Câmara Municipal da Capital, Fernando Milanez, que já teria declarado apoio à pré-candidatura à reeleição de Luciano Cartaxo (PSD).

Manoel Júnior credita ao fato de o filho do vereador, Fernando Milanez Neto, estar na gestão de Luciano Cartaxo – ele é o atual coordenador do Patrimônio Cultural de João Pessoa (Copac) – a razão para ele defender a aliança com o PSD. Mas para ele, o vereador terá que tomar uma decisão, pois será cobrado dos demais pré-candidatos a vereador para aderir à campanha de Manoel Júnior.

“Como presidente do partido não iremos tolerar. Sou um democrata e me dou pessoalmente muito bem com o Fernando Milanez, que votou comigo e respeito até a posição dele e do filho de estar apoiando o governo municipal porque o filho dele é empregado do governo, mas existe uma corrente dentro do partido, de pré-candidatos a vereador principalmente, que vai efetivamente pedir posicionamento do filiado Fernando Milanez. Se ele assim entender de não apoiar a candidatura do partido nós vamos indicar que ele procure outra legenda”, declarou.

Comentando também sobre a possibilidade de Fernando Milanez não sair mais como candidato a vereador e deixar a sua vaga na disputa para seu filho, Manoel Júnior disse que se eles não quiserem apoiar seu nome, não têm nenhuma motivação para permanecerem no partido.  “Eles já fiquem a vontade porque se não apoiarem a candidatura do partido não tem nenhuma motivação para permanecer na legenda”, afirmou.

Chapa proporcional        

Manoel Júnior afirmou que no mês de março o partido estará realizando novas filiações partidárias para a chapa proporcional. Segundo ele, o objetivo é que o PMDB tenha pelo menos cinco representantes na Câmara Municipal de João Pessoa. “Já temos cerca de 26 a 28 pré-candidatos a vereador e seis que ainda não confirmaram. Queremos chegar a uma chapa proporcional que leve a 35 nomes, deixando espaço para as coligações na chapa proporcional”, disse.

De acordo com o pré-candidato, alguns partidos já sinalizaram com o objetivo de firmar aliança para as disputas proporcionais. “Temos algumas sinalizações de partidos de pequeno e médio porte e efetivamente queremos chegar a julho com uma chapa proporcional da aliança com 54 nomes que garanta uma participação na Câmara Municipal com cinco ou seis nomes, o que seria uma representação importante para este momento do PMDB”, afirmou.