João Pessoa 26/05/2018 02:24Hs

Início » Destaque » Morre aos 85 anos o ex-ministro e cardiologista Adib Jatene

Morre aos 85 anos o ex-ministro e cardiologista Adib Jatene

Médico integrou equipe dos ex-presidentes Fernando Collor e Fernando Henrique

adib jateneO diretor-geral do Hospital do Coração (HCor) e ex-ministro da Saúde, Adib Jatene morreu aos 85 anos de idade na noite de sexta-feira em São Paulo. De acordo com o jornal O Estado de S.Paulo, Jatene sofreu infarto agudo do miocárdio – o segundo em dois meses – ele foi levado para o HCor, mas não resistiu e morreu.

O velório de Jatene começa às 09h no HCor e seu enterro terá início às 17h, no Cemitério do Araçá, em São Paulo. Nascido em Xapuri, Acre, Jatene se formou na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) em 1953 e especializou-se em cardiologia. Ele ganhou fama internacional ao fazer a primeira cirurgia de safena do País, em 1968, e criou o primeiro coração-pulmão artificial em 1950.

Além do HCor, Jatene ainda foi um dos criadores do Instituto Dante Pazzanese, um dos principais centros de referência no tratamento de cardiopatias (doenças do coração). Em 1992, o médico tornou-se ministro da Saúde no governo do presidente Fernando Collor, entre fevereiro e outubro.

Em 1995, Jatene voltaria à pasta ao ser convidado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso. Durante o governo tucano, o médico foi um dos principais articuladores da Contribuição Provisório sobre Movimentação Financeira (CPMF) – imposto destinado ao custeio da saúde pública, e posteriormente da previdência social e erradicação da pobreza.

A presidente Dilma Rousseff, em nota à imprensa, afirmou que Adib Jatene “foi um dos mais importantes cardiologistas do Brasil e um dos artífices da criação da CPMF, que permitiu destinar mais recursos para a saúde pública”.

Terra