João Pessoa 21/06/2018 23:24Hs

Início » Destaque » Nonato revela tristeza de Agra na suplência e aponta erros estratégicos da campanha de Cássio

Nonato revela tristeza de Agra na suplência e aponta erros estratégicos da campanha de Cássio

nnato erros campanhaO vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira (PPS), conversou com o Sistema Arapuan na manhã desta sexta-feira (7) e falou um pouco sobre o processo eleitoral que reelegeu o governador Ricardo Coutinho (PSB) em disputa contra o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), candidato que Nonato apoiou.

A entrevista pode ser conferida na íntegra no programa Rede Verdade, as 13h20. Na TV Arapuan

Nonato apontou erros da campanha de Cássio e falou sobre a tristeza de Luciano Agra (PEN) por ter “ficado de fora da chapa”. “Aquilo foi uma desmotivação muito grande para ele. Agra mal saia de casa para fazer campanha, ficou triste com isso tudo. Apesar disso, ele disponibilizou o nome dele para a suplência, mas não é a mesma coisa,ele mal participava das atividades”, contou.

“Ele teria dado uma contribuição melhor como vice”, afirmou.

Entretanto, Nonato apontou outros motivos para a derrota do tucano. “Eu alertei muito sobre Aécio Neves. Fico até comovido com a coragem e coerência de Cássio, mas eleições nacionais são diferentes. No 2º turno, as pesquisas aqui na Paraíba, quase todas motravam 35% a 65% par Dilma. Mas a imagem era atrelada a tal ponto que Aécio não era candidato, já era presidente. No meu enteder foi um exagero”, disse.

Nonato ainda apontou que a campanha de Ricardo soube separar um pouco mais essa. “Separou até demais, mas foi de acordo com a maré e acabou dando resultado”, disse. “A mensagem que fica é a de não vincular  eleição estadual com eleição nacional”, colocou.

Outro ponto que Nonato apontou foi a estratégia de campanha. Para ele era preciso avaliar a atual gestão se deveria continuar ou não. “Ricardo propôs um debate de comparação de governos e a estratégia de Cássio aceitou. Ás vezes parecia que Ricardo era o candidato de oposição, dada a agressividade da campanha”, disse.

No final das contas, Nonato disse que Cássio foi um gigante no resultado das urnas, já que conquistou 47% dos votos em uma campanha contra o Governo do Estado, o Governo de João Pessoa e o Governo Federal.

Pedro Callado / Anderson Soares