João Pessoa 22/06/2018 07:30Hs

Início » Destaque » OUÇA: Prefeitura de Santa Rita não arrecada e prejudica mercado imobiliário da cidade por não emitir boletos há quatro dias

OUÇA: Prefeitura de Santa Rita não arrecada e prejudica mercado imobiliário da cidade por não emitir boletos há quatro dias

A denúncia corre em grupos de WhatsApp desde o final da manhã desta terça-feira (8).

A usuária Daniela Sales faz grave denúncia quanto a problemas com a emissão de boletos referentes aos impostos e encargos referentes à venda de imóveis através de financiamento pela Caixa Econômica Federal.

No áudio, Daniela chama atenção para o fato de que em virtude da ausência de um servidor, a quem responsabiliza pela impossibilidade de emissões das taxas,  que não comparece ao setor de trabalho desde a última sexta-feira (3), todo o sistema de arrecadação da Prefeitura de Santa Rita está parado.

Ela explica que, para deixar apta a documentação dos processos da venda de imóveis no banco, precisa gerar o boleto para pagar o ITBI, mas não consegue exatamente por causa da ausência do servidor a quem chama de ‘Alvinho’, sem que qualquer pessoa o substitua nessa ausência, além do jogo de ‘empurra-empurra’ a que tem sido submetida.

“Os contratos com a Caixa não são assinados porque não conseguimos gerar o boleto do ITBI para pagar o imposto. Há setores na prefeitura que estão parados. Ele não aparece desde sexta-feira e ninguém tem uma justificativa para isso”, relata.

OUÇA:
 

EM TEMPO

Depois de meses com seus imóveis prontos, com seu dinheiro investido e parado, sem possibilidade de giro, em virtude do travamento dos contratos na Caixa Econômica Federal, o mercado da Construção viu uma luz no fim do túnel com o aceno do banco em começar a liberar seus contratos de financiamento.

Não bastassem todos os problemas enfrentados pelo entrave burocrático imposto pela gestão de Emerson Panta, construtores, corretores imobiliários, despachantes, além de toda cadeira produtiva gerada a partir da Construção Civil, a importante classe empregadora, geradora e pagadora de impostos em Santa Rita, agora, precisa conviver com outros agravantes para o já sacrificado mercado, na cidade: a negligência e o desrespeito da gestão municipal.

News Paraíba