Pacote de maldade: Panta dá rasteira em Ricardo e forma base com líder Girassol, em Santa Rita

Numa reunião a portas fechadas em sua casa, na noite desta segunda-feira (7), o prefeito de Santa Rita, Emerson Panta (PSDB), deu uma demonstração de como trata os assuntos do seu interesse.


Com o foco voltado para a sessão ordinária que acontece na manhã desta terça (8), Panta não viu problema em virar as costas para a sua antiga base no parlamento e formou um novo bloco com o intuito de aprovar o PL 064/2017, que versa sobre o novo código tributário do município, onde pretende aumentar impostos existentes e criar novos tributos para o já combalido bolso do santarritense.


A aprovação do novo projeto, proposto pelo Executivo, deveria passar por ampla discussão com a realização de audiências públicas nas comunidades, mas Dr. Emerson quer evitar debater o tema com a população porque sabe que a medida não será aceita pela classe dos comerciantes locais, assim como os moradores, principais atingidos com o aumento de até 100% de algumas taxas.


Na mesma ocasião em que se reuniu com sua nova base, Panta deu uma rasteira no grupo do governador Ricardo Coutinho na cidade.

Será que os vereadores com os empregos no Estado vão entregar os cargos??


Na nova configuração, Panta obteve o apoio declarado de três vereadores do PC do B, aliado histórico de Ricardo, os parlamentares Rosa do Vaqueiro, mais votada no último pleito, Marcos Farias e Peixoto, Diocélio e Gelego do Boa Vista, do PSL, partido que dá sustentação ao Governo na Assembleia Legislativa, e fez de Anésio Mirando, do PSB, e mais votado do partido em 2016, seu novo líder na Casa de Antônio Teixeira, no lugar de Queiroga (Podemos), um de seus principais aliados e grande apoiador durante a campanha, no ano passado.


Sem combinar com o grupo girassol, Anésio tem sido um dos mais calorosos e intransigentes defensores do atual prefeito de Santa Rita.


Ao que parece, o requinte com que trata as questões políticas locais motra que o prefeito também já visa o pleito de 2018, quando a primeira-dama do município, Edjane Panta, deve sair candidata à disputa de uma cadeira na Assembleia Legislativa, e Panta ataca diretamente o que deveria ser a base do grupo governista na Rainha dos Canaviais, o que tem conseguido com êxito, haja vista à fragilidade desses vereadores, eleitos para defender os interesses da população.


Agora, tendo um girassol como principal representante de uma gestão tucana no terceiro maior colégio eleitoral do Estado, resta saber se o PSB vai concordar com o novo posicionamento do vereador Anésio Miranda, que deve sofrer sanções das instâncias partidárias.


O PSB foi o partido que disputou a última eleição com Emerson Panta e é declaradamente oposição à atual gestão municipal, em Santa Rita.

Créditos: Paraíba Radio Blog