João Pessoa 15/07/2018 21:12Hs

Início » Destaque » PF deve integrar Força Nacional para ‘socorrer’ Estados em emergências

PF deve integrar Força Nacional para ‘socorrer’ Estados em emergências

Proposta foi discutida entre Temer e Segovia Medida visa criar 6.000 cargos de “pronto-atendimento”

Agentes da Força Nacional reunidos em Brasília. Agentes da PF passariam a integrar organização

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segovia, propôs ao presidente Michel Temer (PMDB) que novos integrantes da corporação passem a integrar a Força Nacional. O assunto foi tratado em reunião no Planalto na tarde desta feira (29.jan.2018).

O objetivo é que 6.000 cargos da chamada “Polícia Federal fardada” sejam enviados aos Estados em caso de emergências, como na chacina no Ceará.

A ideia de Temer é restringir a atuação do Exército aos Estados, como se tornou frequente nos últimos meses.

A criação dos cargos havia sido questionada porque Temer é investigado pela PF pela edição de 1 decreto sobre o setor portuário. O presidente e o ministro da Justiça teriam dado aval à proposta, que deve ser encaminhada ao Congresso até março.

A Força Nacional atua em situações de emergência e calamidade pública. É composta por policiais federais e estaduais (militares, civis e bombeiros).

Hoje, a Força Nacional de Segurança tem equipes no Rio (RJ), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Aracaju (SE), Manaus (AM), Boa Vista (RO), Carapó (MS) e São Félix do Xingu (PA).

Poder360